A partir desta segunda-feira (2), os patinetes elétricos da Uber começam a ser disponibilizados em São Paulo. Segundo a empresa, essa é mais uma iniciativa para integrar diversos meios de transporte em um único aplicativo.

Ou seja, além de chamar um carro, checar informações sobre linhas de ônibus, metrô e trem, e até mesmo pedir comida, agora também será possível alugar patinetes pelo app da Uber. Apesar de a companhia chegar nesse ramo de micromobilidade com um certo atraso – com outras empresas inclusive já tendo estreado e deixado o País ou reduzido sua operação -, ela traz uma vantagem em relação às concorrentes: não é cobrada uma taxa para desbloquear o patinete, você só precisará pagar R$ 0,90 por cada minuto utilizado.

Em comunicado, a Uber diz que se trata de um preço promocional de estreia, então não sabemos até quando isso vai durar. Ainda assim, é uma ótima estratégia para atrair aqueles que realizam rotas relativamente curtas, mas acabam optando pela caminhada ou até mesmo transporte público diante do custo total de desbloqueio + tempo de uso cobrada pela maioria das empresas de micromobilidade. (Para quem não é usuário Prime, a Grin cobra uma taxa de R$ 2,25 para desbloquear o veículo, além de R$ 0,75 por minuto.)

Para utilizar a nova modalidade, a Uber explica que basta seguir os passos abaixo:

  1. Abra o app da Uber e clique no ícone de patinete na parte inferior da tela
  2. Veja onde estão os patinetes disponíveis, escaneie ou digite o código para desbloquear
  3. Se preferir reservar, você tem 15 minutos para caminhar até o patinete e desbloquear
  4. Dirija com responsabilidade e segurança, seguindo todas as regras de trânsito
  5. Ao final, estacione o patinete, sem bloquear a passagem, na área de operação

Parte da estratégia da Uber de entrar no ramo dos patinetes elétricos é reforçar as questões de segurança, que já gerou muitas polêmicas no passado. A empresa veio preparada para isso e diz que está lançando uma série de materiais educativos sobre regras de trânsito e dicas para dirigir os patinetes com segurança. Essas informações estão disponíveis no site, no aplicativo, em cartões fixados nos patinetes e em panfletos que serão distribuídos em eventos sobre o tema.


Gif: Uber

Além disso, para incentivar o uso de capacetes, a Uber firmou uma parceria com a Centauro e está oferecendo 40% de desconto no acessório de segurança. As opções de modelos podem ser conferidos no site da loja.

Por enquanto, a Uber diz que os patinetes estarão disponíveis na região da Zona Sul de São Paulo, em bairros como Vila Olímpia, Moema, Itaim Bibi, Vila Nova Conceição e Jardim Luzitânia. De acordo com comunicado, essa área de abrangência “será expandida conforme a demanda”.

Captura de tela: Uber

São Paulo não é a primeira cidade brasileira a receber os patinetes elétricos da Uber. A solução já estava disponível na cidade de Santos desde dezembro do ano passado, mas chegou na capital paulista só agora porque a empresa estava aguardando aprovação da Prefeitura para ser credenciada como operadora de micromobilidade.