Um dos grandes problemas dos patinetes elétricos é que eles ficam se acumulando nas calçadas ou nos estacionamentos. As empresas que oferecem o aluguel precisam, ao fim do dia, passar recolhendo os veículos para levá-los de volta para serem carregados — isso quando autoridades simplesmente não os recolhem à força. Para resolver isso, a Segway-Ninebot diz ter criado um patinete que vai sozinho para a estação de carregamento.

O modelo, chamado KickScooter T60, foi apresentado nesta sexta-feira (16) em um evento realizado em Pequim. O veículo tem três rodas (duas dianteiras e uma traseira) e, de acordo com a empresa, usa inteligência artificial e computação em nuvem para se guiar sozinho até o ponto de recarga.

Há, porém, alguns pontos a serem esclarecidos nessa história. O recurso não foi demonstrado ao vivo durante o evento. A Segway-Ninebot disse que Uber e Lyft estão interessadas no T60, mas, segundo o The Verge, a Lyft emitiu uma nota afirmando não ter assumido nenhum comprimisso relacionado a esse produto.

O lançamento não deve acontecer antes do primeiro semestre de 2020. A Segway-Ninebot deve vender o patinete KickScooter T60 por 10 mil yuan, o que dá cerca de US$ 1.400 na cotação atual. De acordo com o The Verge, os patinetes elétricos costumam custar entre US$ 100 e US$ 300 para as empresas. Será que eles funcionam mesmo e, se sim, será que compensa para as empresas renovar sua frota para dispensar o trabalho?

[Reuters, The Verge]