Já se passaram quase três anos desde que o Pebble arrecadou mais de US$ 10 milhões no Kickstarter, e agora o pequeno relógio de pulso inteligente ganhou um sucessor. Conheça o Pebble Time: ele é mais fino, tem uma tela colorida, um microfone e… está no Kickstarter.

O novo Pebble Time possui uma tela e-paper mais larga e colorida, que ainda assim consome pouca energia. Seu corpo está numa linha tênue entre o Pebble original de plástico e o Pebble Steel de aço inoxidável: ele tem bordas de aço na parte frontal, e traseira de plástico.

Ele também emagreceu cerca de 20%, chegando a 9,5 mm de espessura, então talvez não fisgue tanto em alças de mochila ou mangas de camisa quanto seu antecessor. Ele também é curvado, para se acomodar melhor no pulso.

Pebble Time - microfone

Novos recursos

Há um pequeno furo na lateral direita: é o microfone, que permite enviar respostas por voz, resolvendo talvez a maior deficiência do Pebble. No Android, você pode responder a notificações de SMS, Gmail, Facebook Messenger, WhatsApp “e centenas de outros apps”; no iOS, você fica limitado ao Gmail. Também é possível salvar lembretes de voz.

Ele também ganhou uma porta de expansão para, no futuro, você conectar pulseiras a ele, trazendo funções adicionais direto para o relógio – o que soa bacana e estranho ao mesmo tempo. (A empresa ainda não revelou mais detalhes sobre isto.)

O Pebble Time não tem um monitor de frequência cardíaca ou qualquer coisa do tipo, infelizmente. Mas, mesmo com a nova porta e o furo para microfone, ele é à prova de água a 5 atm, por isso pode ser usado no chuveiro ou piscina. A bateria continua durando até 7 dias de uso.

Você pode trocar a pulseira do Pebble Time por qualquer modelo padrão de 22 mm. Ele vem com uma pulseira de silicone, que você pode tirar rapidamente pressionando um pino.

Pebble Time - interface

Software

O Pebble Time traz um novo sistema operacional, feito por ex-designers do webOS, para corrigir algumas partes feias do software que não envelheceram muito bem.

A tela inicial reunirá um fluxo de informações, como previsão do tempo, contagem de passos, lembretes e últimas notificações, em vez de tudo ficar dentro de apps específicos – é muito parecido com o Android Wear. Você usa os botões na lateral para avançar entre essas informações.

Todas as 6.500 faces de relógio e apps que existem hoje para o Pebble vão funcionar no novo relógio. E o novo sistema operacional será levado aos Pebbles antigos no futuro. Assim como os modelos anteriores, o Time é compatível com dispositivos rodando Android 4.0 ou superior e iPhones com iOS 8 ou superior.

Graças a apps da Jawbone e Misfit, o relógio pode contar seus passos e monitorar seu sono em segundo plano, sem exigir um smartphone conectado. Além disso, você pode receber no Pebble Time as notificações de apps compatíveis com Android Wear.

Preço e disponibilidade

No geral, o Time parece muito promissor. A Pebble não perdeu de vista o que torna seu smartwatch tão bom – ser bastante simples – e também trouxe alguns recursos bastante necessários para responder à concorrência.

Ele parece ser mais bonito (o que não era muito difícil!), mas teremos que esperar para vê-lo em pessoa. Não é difícil começar a imediatamente pensar na possibilidade de um Pebble Time Steel.

O Pebble Time está disponível no Kickstarter e custa a partir de US$ 159; ele será enviado a partir de maio. O relógio está disponível para compra em 150 países, incluindo o Brasil; a empresa avisa que “você pode ser responsável por taxas e impostos aplicáveis à sua região”. Depois, ele vai custar US$ 199 diretamente da Pebble. [Kickstarter]