A astronauta Peggy Whitson realizou no mês passado seu oitavo passeio espacial fora da Estação Espacial Internacional, definindo o novo recorde de passeios espaciais feitos por uma mulher. Nesta segunda-feira (24), ela fez história novamente ao quebrar o recorde do astronauta Jeff Williams por tempo acumulativo no espaço entre americanos, que era de 534 dias, duas horas e 48 minutos.

• Conversamos com um astronauta sobre tomar banho, peidar e transar no espaço
• A história por trás da foto deste astronauta é tão legal quanto seus cachorros

Quebrar recordes é quase algo normal para Whitson, que foi a primeira comandante mulher da Estação Espacial Internacional (ISS). Sua missão mais recente a bordo da ISS foi estendida até setembro. Portanto, até voltar à Terra, Whitson registrará 650 dias no espaço, marca difícil para um futuro recorde.

“É uma daquelas jornadas que você espera que nunca termine. Sou muito grata a todos aqueles que me ajudaram em cada uma das minhas missões! #LifeInSpace”, comemorou no Twitter depois de alcançar a marca.

Muitas pessoas da comunidade espacial a parabenizaram nas redes sociais, incluindo o astronauta dos cachorros, Leland Melvin, que trabalhou com ela em 2009.

“É ótimo trabalhar com alguém que é tecnicamente competente, especialmente se você está viajando no espaço, mas Peggy é muito mais do que isso”, disse Melvin ao Gizmodo. “Na minha primeira missão em um ônibus espacial, o STS-122, ela foi elevada ao status de heroína porque também era educada, generosa, inclusiva e fazia tudo com bondade. Parabéns, comandante Whitson, por quebrar o recorde dos EUA de 534 dias no espaço. Boa sorte!”

Às 11h00 do horário de Brasília, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ligou para a ISS para parabenizar Whitson.

Todos nós aqui na Terra – e os micróbios ainda não descobertos no sistema solar – estamos muito orgulhosos de você, Peggy!

Imagem do topo: Peggy Whitson/NASA Johnson via Flickr