A Microsoft acabou de divulgar seus resultados para o quarto trimestre fiscal e pela primeira vez desde que a gigante da tecnologia foi fundada, ela perdeu dinheiro. Mas isso não é de todo mal e não significa o começo do fim — pelo menos não ainda.

A Microsoft não tem tido bons anos recentemente, mas seus negócios são tão vastos e seus usuários são tantos que ela tem conseguido se manter lucrando apesar das escorregadas de Ballmer. A perda, segundo a AP, foi causada devido a um ajuste contábil. O que isso quer dizer?

Em 2007, a Microsoft comprou uma empresa de publicidade, a aQuantive. Acabou que aquele foi um mau negócio, então nesse balanço do quarto trimestre, a Microsoft diminuiu o valor dos seus ativos em US$ 6,2 bilhões para corrigir aquele negócio ruim, empurrando os números para o vermelho no trimestre — US$ 473 milhões no vermelho, para ser exato. Sem esse detalhe, a Microsoft ganhou US$ 0,73 por ação, o que na realidade vai além das previsões dos analistas. Vai, Microsoft!

Esse tipo de alteração contábil é comum, só é especialmente chocante porque a Microsoft é como uma usina de força. Felizmente, as coisas vêm melhorando para a empresa nos últimos tempos com o iminente lançamento do Windows 8 e seu recém-anunciado Surface. Esperamos que Redmond seja capaz de mudar  essa cara feia temporária. [AP via MSNBC]