Mark Zuckerberg escreveu hoje em sua página de fãs que doaria toda sua riqueza visando o bem estar social. Aham, Cláudia, senta lá. Obviamente, a declaração não veio diretamente do bilionário mais jovem do mundo: Zuckerberg simplesmente foi hackeado.

A mensagem, aparentemente postada com a conta do CEO da empresa (a imagem abaixo mostra melhor), diz:

Que os hackeamentos comecem: se o facebook precisa de dinheiro, em vez de ir aos bancos, por que o Facebook não deixa seus usuários investirem no Facebook de algum modo social? Por que não transformar o Facebook num “negócio social”, descrição criada por Muhammad Yunus, vencedor do Nobel? http://bit.ly/fs6rT3 O que você acha? #hackercup2011

Agora, segundo o TechCrunch, a página de fãs foi deletada. E faz sentido; Zuckerberg vive de forma modesta e uma vez ou outra tem seus momentos filantrópicos, mas seus investidores envolvem um oligarca russo, a Goldman Sachs e vários outros peixes grandes do capitalismo. Eles não devem estar nada dispostos a doarem todos os seus lucros para causas sociais, como queria o Zuhackerberg.

Mesmo assim, se o Facebook quer mesmo melhorar seu lado social, ele deveria começar corrigindo esse problema de defesa das contas do site, que podem ser invadidas sem dificuldades em qualquer lan house.

[Screenshot via TechCrunch]