A Vivo marcou coletiva para divulgar hoje seus planos 4G, mas as informações dos planos já se encontram disponíveis no site da empresa. São planos para tablet e modem, mais pacotes 4G que podem ser usados em smartphones – e compartilhados com outros dispositivos.

Inicialmente, os planos 4G Plus estarão disponíveis em apenas sete estados – e provavelmente estarão restritos às capitais.

A Anatel obriga as operadoras a lançar o serviço até hoje em Recife, Salvador, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Fortaleza e Brasília. Além dessas capitais, São Paulo terá o 4G da Vivo, como a operadora já avisou.

Os planos 4G para modem e tablet têm o mesmo preço em todo o Brasil, começando a partir de R$99,90 pela franquia de 5GB. A Vivo garante velocidade de até 5 Mbps; após consumir a franquia, ela cai para 256 Kbps.

4gplus-modem-outros

Por sua vez, os planos para smartphone são os mesmos no Brasil, mas variam de preço em cada estado. Todos seguem o modelo MultiVivo: você contrata um plano e pode dividi-lo entre tablets, modems e outros celulares – porém pagando uma taxa mensal extra. Cada plano tem uma franquia de internet 4G, começando em 2GB. A Vivo promete velocidade de 5Mbps para todos os planos, reduzida para 256 Kbps após o consumo da franquia.

Estes são os valores para Minas Gerais e São Paulo:

4gplus-multivivo-sp-mg

Abaixo, seguem os valores para Bahia, Distrito Federal, Pernambuco e Rio de Janeiro:

4gplus-multivivo-outros

E estes são os valores para o Ceará:

4gplus-multivivo-ceara

Os planos 4G Plus só serão vendidos onde há cobertura LTE da Vivo – veja aqui o mapa de cobertura. No entanto, você poderá consumir o plano no Brasil inteiro – mas usando a tecnologia 3G Plus (onde disponível) ou 3G normal. Claro, para utilizar o 4G, é necessário ter um smartphone, tablet ou modem compatível.

A Vivo vai anunciar hoje os detalhes dos planos 4G, e traremos mais informações hoje à tarde.

ATUALIZAÇÃO: Estivemos na coletiva da Vivo em São Paulo sobre o início da operação 4G. A empresa anunciou que a região do ABC (Santo André, São Bernardo do Campo e São Caetano do Sul) terá cobertura 4G até o final de maio. Nas cidades que sediarão a Copa do Mundo mas não receberão jogos da Copa das Confederações — isto é: Cuiabá, Curitiba, Manaus, Natal e Porto Alegre —, a rede de quarta geração chega até o fim do ano, seguindo o calendário estipulado pela Anatel.

Todos os seis smartphones 4G que já estão sendo vendidos pela Vivo podiam ser testados no local. Usamos rapidamente um Motorola Razr HD e um Galaxy Note 10.1. O tablet se saiu muito bem no Speed Test, com velocidades de 51,45 Mbps de download e 24,82 Mbps de upload, velocidade bem maior que a anunciada pela Vivo (5 Mbps). O motivo é óbvio: há pouquíssimos usuários da rede 4G em São Paulo hoje. Com mais usuários, a velocidade tende a cair, por isso a promessa de apenas 5 Mbps. Neste ambiente, o carregamento de vídeos do YouTube no smartphone foi bastante rápido, mesmo em HD. Em 30 segundos, mais de um minuto de vídeo foi carregado, o que garantiu uma reprodução sem pausas. No entanto, não espere esses resultados na prática.

O Ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, ainda comentou a possibilidade de se realizar no ano que vem o leilão da faixa de 700 MHz, atualmente ocupada pela TV analógica.

Giovanni Santa Rosa colaborou com esta reportagem. Atualizado às 19h15.

[Vivo; valeu, Bruno!]