Play Pass é um serviço de assinatura de apps e games do Google que custa US$ 5 por mês

Nos EUA, o Google apresentou o Play Pass, um serviço de assinatura que permite baixar mais de 350 apps e games, sem cobranças adicionais.Nos EUA, o Google apresentou o Play Pass, um serviço de assinatura que permite baixar mais de 350 apps e games, sem cobranças adicionais.

Logotipo do serviço Google Play Pass

Estamos na onda das assinaturas. Com uma quantia por mês atualmente dá para assinar quase tudo, serviço de música, vídeo, entregas, vinhos, entre outras coisas. Nesta segunda-feira (23), o Google apresentou nos EUA uma nova categoria, que envolve apps e jogos, numa tacada que parece ser direcionada à Apple com o serviço Arcade.

Chamado de Play Pass, o serviço custa US$ 5 por mês e dá acesso a mais de 350 apps e games, completamente desbloqueados e sem a necessidade de aquisição de itens adicionais. Segundo o Google, mensalmente serão incluídos novos apps e games que farão parte do serviço.

A ideia com o Play Pass, segundo o blog post, é permitir que as pessoas testem novas experiências que elas não arriscariam caso tivessem que comprar determinado aplicativo ou game. Além disso, isso pode ajudar a resolver um problema do ecossistema Android.

Mesmo com menos usuários, a plataforma da Apple gera mais receita em app do que a do Google. Então, ter um sistema de assinatura acessível poderá ajudar o Google a obter mais receita.

O Google não detalhou todos os apps e jogos que fazem parte do Play Pass. No entanto, deu para notar que tem Stardew Valley, Star Wars: Kotor, MiniMetro, Monument Valley, Old Man’s Journey, AccuWeather (app de previsão do tempo), Photo Studio Pro (um editor de imagem), ISS HD Live: View Earth Live (para ver a Estação Espacial Internacional) e CamToPlan (um app que ajudará a medir coisas). No vídeo abaixo dá para ter uma ideia de alguns outros títulos:

Vale ressaltar que o Play Pass, por enquanto, só estará disponível nos Estados Unidos, mas o Google diz que o serviço chegará em breve em outros países, o que deve incluir o Brasil também.

Em comparação, o Apple Arcade já está disponível por aqui com preço de R$ 9,90/mês. O serviço da empresa da maçã conta com centenas de jogos exclusivos, que não contam com cobranças adicionais de itens.

Depois de checar o quanto de estrago que os novos players de streaming de vídeo vão causar no nosso orçamento pessoal, chegará a hora em que teremos de colocar no papel os gastos com assinatura de jogos e apps.

Sair da versão mobile