Em uma iniciativa que surpreendeu positivamente todo mundo, o Facebook criou um novo data center totalmente eficiente e “verde” (na medida em que grandes consumidores de energia podem ser verdes) e repartiu o projeto com o mundo. A ideia é criar um sistema de código aberto para que as empresas tenham mais fazendas de servidores com menos dinheiro e energia. Vejamos como ele é por dentro:

Cada coluna tem 30 servidores, que são mais “altos” para ter mais ventilação passiva e menos necessidade de ar-condicionado. Este, aliás, um grande gastador de eletricidade de data centers, foi substituído por um esquema de ventiladores gigantes que ficam no segundo andar, puxando o ar de fora, para manter o ambiente relativamente frio. O lugar escolhido para a construção, no estado americano de Oregon, também diminui a necessidade de ar-condicionado, já que o clima é seco e as temperaturas não variam muito.

As placas-mãe (da AMD e Intel) foram totalmente adaptadas, e tudo que não era necessário para a função de guardar todos os importantes dados de fotos de amigos e lamentações em muros foi retirada. A voltagem dos racks é de 277 V, e um esquema especial de entrada de energia garante que não exista a necessidade de conversores: 93% da energia que entra é usada de fato. Juntando tudo isso e luzes de LED (bonitas e eficientes), o data center do Facebook é 38% mais eficiente e 24% mais barato que seus semelhantes. O melhor de tudo é que no “Open Compute Project” você pode baixar PDFs com todas as instruções para fazer igual. Curti, Facebook.

[BusinessInsider e Open Compute]