A NASA quer fazer um golaço, mas bem diferente daqueles que a gente vê nos campos de futebol: ela quer colocar um astronauta americano em Marte. E não, ele não vai viajar dentro da bola.

>>> O que aconteceria se uma tempestade solar gigantesca atingisse a Terra?
>>> NASA divulga imagens impressionantes da explosão do foguete Antares
>>> Nós finalmente sabemos o que aconteceu com a água em Marte

Esta bola branca brilhante — um “radomo”, mistura de radar e domo, que está no Centro Espacial Kennedy da NASA, na Flórida — é um dos vários passos no desenvolvimento de sistemas terrestres, o que crucial para alcançar a meta. Na foto acima, você vê técnicos construindo a esfera, que é uma cápsula protetora contra o clima para uma nova antena de banda S (aquela coisa na esquerda). A antena foi projetada para fornecer uma complexa capacidade de monitoramento, depois do lançamento do foguete Space Launch System da agência espacial. Quando terminada, a antena irá combinar voz, vídeo, telemetria, comandos, monitoramento e alcance num único sistema. Uma solução bem esperta.

d1p1zojeeknin4p9eoqg m6igk9eh4ezpepjcqti4