Como parte dos esforços em tornar a plataforma mais segura para os mais jovens, o Instagram agora vai exigir que todos os usuários compartilhem sua data de nascimento. Quem não quiser entregar esse dado à rede social, vai, eventualmente, acabar impedido de vez de usar o app.

O Instagram argumenta que o objetivo é criar uma experiência mais segura e mais focada na privacidade das crianças que usam a plataforma — uma maneira de mantê-las afastadas de adultos que sejam assediadores em potencial.

Neste ano, a rede social já havia anunciado o lançamento de uma série de novas ferramentas criadas para proteger usuários menores de 18. Essas atualizações incluíam perfis privados para crianças, restrições sobre quem poderia mandar mensagens a elas e algoritmos capazes de identificar e censurar adultos que dessem algum sinal de ter comportamento um comportamento bizarro. Agora, o Instagram anunciou que vai adicionar um recurso para verificação de idade.

Assim que você logar no aplicativo, o Instagram vai solicitar a você que digite a sua data de nascimento (se ainda não tiver feito isso). Essa mensagem vai aparecer um número determinado de vezes, e a resposta é voluntária. Caso, depois de um dado momento, você não tiver compartilhado ainda, o Instagram vai limitar seu acesso até que você informe o dia que nasceu.

Para evitar que os usuários coloquem um data de aniversário incorreta, a companhia planeja aproveitar um novo algoritmo desenvolvido para analisar seus posts e determinar se você está mentindo sobre sua verdade ou não.

Ainda não há muitos detalhes sobre a ideia, mas, em resumo, a rede social diz o seguinte: 

“Nós sabemos que algumas pessoas podem nos informar a data errada, e estamos desenvolvendo novas maneiras de lidar com essa questão”, o Instagram escreveu. “Como dissemos recentemente, estamos usando inteligência artificial para estimar a idade das pessoas baseada em coisas como posts de “feliz aniversário”. Estranho ou disruptivo? Você decide.

No geral, a verificação da idade parece uma etapa básica para qualquer plataforma de mídia social, até mesmo como forma de identificar quem está usando a plataforma e de diminuir a criação de perfis falsos.

Assine a newsletter do Gizmodo


Enquanto isso, o Instagram também está planejando lançar uma versão de sua plataforma focada especificamente em crianças abaixo dos 13. Uma mudança de público como essa claramente demanda um foco maior no quesito privacidade, já que a empresa tentará atingir um grupo demográfico especialmente vulnerável no ambiente online.