Pessoas que utilizam comida de gato caseira, aquela feita a partir de receitas de livros e da internet, para alimentar seus preciosos felinos podem estar acidentalmente prejudicando eles, segundo uma nova pesquisa divulgada essa semana. Os autores do estudo descobriram que, entre as mais de 100 receitas que eles examinaram, quase todas tinham pelo menos uma falha nutricional grave. Em alguns casos, elas continham até mesmo ingredientes perigosos que podem causar doenças sérias nos gatos.

Os pesquisadores da Universidade da Califórnia em Davis estudaram 114 receitas de comida de gato encontradas na internet e livros de receita utilizando um software para estimar sua composição nutricional. Eles, então, compararam o conteúdo dessas receitas com a dieta recomendada para gatos adultos criada pelo Conselho de Pesquisa Nacional, uma fonte confiável sobre nutrição de gatos e cachorros.

No total, 94 receitas forneciam detalhes suficientes para uma contagem nutricional. Todas elas falharam em atingir a quantia necessária para pelo menos um nutriente essencial para gatos, como taurina, ferro, ou vitamina E. A maioria não oferecia a quantidade necessária para três ou mais nutrientes (pelo menos uma receita fornecia níveis insuficientes de 19 nutrientes).

Receitas que claramente não tinham sido escritas por veterinários ou que não incluíam instruções para adicionar suplementos tiveram um desempenho ainda pior na pesquisa. No total, cinco receitas revisadas por veterinários forneciam todos os nutrientes necessários, com exceção de colina (em duas dessas receitas não estava claro o quanto de taurina era fornecida).

A coordenadora do estudo, Jennifer Larsen, veterinária e pesquisadora em nutrição clínica de cachorros e gatos na Universidade da Califórnia, afirmou ao Gizmodo que não há uma estimativa da frequência com que os donos alimentam seus animais com receitas caseiras.

No entanto, muitas das pessoas que o fazem acabam indo à clínica com animais apresentando algum mal-estar, enquanto outras apenas aparecem para pedir conselhos sobre como manter o animal saudável. Após ela e outros pesquisadores analisarem o conteúdo nutricional dessas dietas, quase todas foram reprovadas.

Essas experiências já haviam levado a equipe de Larsen a avaliar anteriormente as receitas caseiras para cachorros e para gatos com doenças de fígado. No entanto, a pesquisadora acredita que o seu estudo, publicado no Periódico da Associação Americana de Veterinários, é a primeira tentativa de estudar receitas feitas para gatos saudáveis.

“Formular corretamente uma dieta caseira balanceada e apropriada para gatos e cachorros não é um processo simples”, afirmou Larsen. “Treinamento extensivo e expertise são necessários para entender os diferentes aspectos desse processo”.

Assim como humanos, gatos podem desenvolver problemas de desnutrição causados por dietas não balanceadas. Considerando a grande variedade de conteúdo nutricional dessas receitas e a saúde geral do gato que as ingere, esse risco pode variar muito. Mas, em 7% das receitas foram encontrados ingredientes como alho, cebola, e outras plantas similares que podem ser potencialmente tóxicos e até mesmo fatais para gatos e cachorros quando ingeridos em grande quantidade ou com frequência.

Algumas receitas também incluíam carnes de animais crua, o que pode causar surtos de doenças transmitidas por alimentos tanto em animais de estimação como em humanos. Além desse estudo, também não faltam pessoas que insistem em alimentar seus felinos, animais carnívoros, com uma dieta inteiramente vegana.

Alguns donos de gatos não estão dispostos a abandonar as dietas caseiras, não importa o que estudos ou veterinários digam. Por isso, Larsen e os outros autores da pesquisa aconselham essas pessoas a consultarem um nutricionista veterinário para garantir que a dieta do seu gato se mantenha o mais balanceada possível.