O vai e vem na sala de pesquisa e desenvolvimento dos novos tablets da Samsung anda causando situações curiosas: primeiro, não conseguimos ver a versão final ligada de jeito nenhum em Orlando. Depois, no Chile, os aparelhos exibidos eram as primeiras versões, exibidas na MWC, em Barcelona. Já sabemos que teremos a versão mais fina — e com menos câmera — no Brasil, mas nossos camaradas portugueses foram mais apressadinhos e recebem amanhã o 10.1v — a primeira e parruda versão dos novos Tabs.

No Chile, a Samsung já tinha avisado que apenas as operadoras mais apressadinhas teriam a versão “antiga” do novo Tab. E pelo visto foi a opção da Vodafone Portugal, que começa a vender o aparelho em sua versão de 16GB a partir de amanhã, por 590 euros (cerca de R$1.350), desbloqueado. Aqui no Brasil, o preço inicial será de R$.1700 e teremos a versão final — por isso o lançamento programado apenas para junho.



O Galaxy Tab 10.1v não é tão diferente assim da versão final, mas alguns detalhes são importantes. A traseira do aparelho, por exemplo, foi completamente redesenhada, deixando o ar futurista/PS3 de lado e adotando um ar mais sóbrio. Há também a guerra dos milímetros, já que o novo Tab é mais fino e mais leve que o iPad 2 — o 10.1v, não. Mas a mudança mais drástica foi na câmera: se no 10.1v são 8MP, no 10.1 ela terá apenas 2 ou 3MP, a confirmar. A presença de dois Tabs “iguais mas diferentes” no mundo será algo estranho — poderemos ver a versão final nas lojas e o modelo antigo no Mercado Livre, por exemplo. [Engadget]