A Worldwide Developers Conference (WWDC) da Apple começa na segunda-feira da semana que vem, mas a internet já está especulando sobre os planos da empresa há meses. Algumas coisas são quase certas (flat design), e outras absurdas (parem com isso). Eis as coisas que esperamos que Tim Cook e seus colegas nos mostrem na semana que vem.


iOS 7

ku-xlarge (3)

Se tem algo que temos quase certeza absoluta que veremos na semana que vem, é a nova e melhorada (e possivelmente flat) versão do iOS 7.

O recurso mais notável da plataforma reformulada da Apple, é claro, deve ser o novo design forjado pelas mãos de Jony Ive. O skeomorfismo que estamos acostumados vai ser abandonado e linhas claras, cores brilhantes e outras coisas ocuparão o seu lugar. Qualquer que seja a mudança, talvez não seja completa: uma reformulação em níveis de alguns mockups que vimos por aí certamente irritaria alguns usuários. Mas você pode esperar algo mais clean e simples, e uma experiência mais agradável de certa forma. Uma mudança que pode parecer com isso:

ku-xlarge (1)

Em relação às funcionalidades, há uma boa chance de integração com Flickr e Vimeo – que já existe no OS X Mountain Lion – de forma parecida com a integração de Facebook e Twitter com o seu dispositivo iOS. E isso provavelmente fará parte da experiência mais eficiente que a Apple quer alcançar.

Parece inevitável uma mudança na tela de bloqueio. E por mais que não dê para saber como, uma forma melhor de acessar as notificações deve ser criada. E levará você à nova Central de Notificações que pode transformar as suas informações desejadas em uma coleção de widgets, o que significa que a informação exata que você procura será muito mais fácil de encontrar.

No geral, nós definitivamente esperamos que a grande mudança no iOS 7 seja estética. Qualquer outra coisa será um brinde.


Macs

Tanto o MacBook Pro quanto o MacBook Air devem receber novas versões, e quase certamente isso envolverá os novos processadores Haswell da Intel. Também há a esperança do MacBook Air ganhar a tela retina, o que provavelmente seria a extensão das alterações de hardware. Não se anime demais com isso, no entanto.

Estoque baixo dos produtos atuais da Apple certamente apontam para algum tipo de lançamento, então por mais que seja quase certo que a Apple mostre novos hardwares, é bom deixar as expectativas baixas e esperar apenas pelos novos processadores e nada muito além disso.


OSX 10.9

Cougar Cubs Celebrate The Holiday Season

Dizem que o OS X 10.9 (chamado internamente de Cabernet) vai ser adiado pois a Apple deslocou engenheiros dele para o desenvolvimento do iOS 7. Mas considerando que a WWDC é, como diz o seu nome, para desenvolvedores, as chances de não vermos nem um pouco da atualização do sistema operacional são bem baixas. Então mesmo que não tenhamos ele completo logo, devemos ao menos ter uma ideia do que esperar.

Como parte da tendência geral de integração simples e total entre Macs e dispositivos móveis, o 10.9 deve ter alguns ajustes de desempenho em coisas como iCloud e iMessage, que notoriamente têm sido pouco confiáveis. Também dizem que o 10.9 finalmente terá integração com o Siri, o que esperamos que signifique mudanças no Siri em si. Um avanço para controles de voz mais compreensíveis faria sentido para a Apple, especialmente após a impressionante busca por voz do Google.

E mesmo que seja bem improvável que a Apple faça uma mudança completa na experiência de usuário, supostamente veremos algumas melhorias que focam em coisas como tags e navegação em abas no Finder. Então os desenvolvedores na audiência na semana que vem devem se animar. Os usuários mais casuais provavelmente nem vão perceber. Suporte multi-monitor melhorado também deve dar as caras, o que é algo que usuários esperam há muito tempo.


iCloud

ku-xlarge

Considerando que a Apple recentemente comprou 18 patentes da Maya Systems relacionadas a “tecnologia de interface de usuário inovadora baseada em eixos”, é possível que TALVEZ vejamos uma grande mudança na forma como você interage com a nuvem

O iCloud falha em permitir que usuários controlem e interajam com os arquivos armazenados, e a navegação de dispositivos móveis é virtualmente impossível. Então a Apple precisa fazer algo neste ponto – o iCloud precisa se tornar muito mais transparente e fácil de gerenciar se quiser competir com serviços de terceiros que estão no mercado.


iRadio

ku-xlarge (1)

Parte desta reformulação do iCloud pode ser o anúncio do esperado iRadio, o serviço de streaming de música que a Apple está com dificuldade para lançar. Principalmente porque, ao menos inicialmente, a Apple teve dificuldade para negociar direitos com gravadoras. Depois de perceber que oferecer 6 centavos por 100 ouvidas era pouco (considerando que a taxa do Pandora é de 12 centavos e do Spotify de 35 centavos), ela pode ter aumentado a oferta para igualar o Pandora.

Mas supostamente – após conseguir fechar acordo com Warner Music e Universal Music Group – a Sony pode estar impedindo que a Apple atinja seus sonhos de streaming. No começo de maio, diziam que uma gigante da música queria que a Apple pagasse mais do que o Pandora, justificando que a Sony merecia por causa das ambições da Apple. Um acordo com a Sony poderia ajudar o iRadio a se tornar grande como o iTunes – mas também pode ser isso o que nos impede de ver o serviço de streaming da Apple ser lançado.


AirDrop para iOS

ku-xlarge

Alguns rumores consistentes dizem que o iOS finalmente pode ter integração com o AirdDrop dois anos após o recurso de compartilhamento de arquivos peer-to-peer chegou ao OS X Lion.

O sonho poderia se tornar real, e você poderia transferir fotos e documentos diretamente para o dispositivo de um amigo, e ele poderia pegar tudo o que você gentilmente compartilhou em uma pasta especial de downloads. É incrivelmente fácil para a Apple eliminar algo do iOS no último minuto, então é possível que não vejamos nada de AirDrop na semana que vem. Mas segundo o 9to5 Mac, o AirDrop – se existir – será capaz de funcionar entre dois dispositivos iOS e talvez entre iOS e OS X.