Seguindo os passos do iluminado iconoclasta Tupac Shakur, um grupo de manifestantes tomou as ruas da Espanha no domingo em protesto — mas usando hologramas. Até onde sabemos, é o primeiro protesto político feito por hologramas do mundo.

A Fusion noticia que um grupo chamado No Somos Delito (“Não Somos um Crime”) se opõe a uma série de novas “leis da mordaça” que colocam sérias restrições à liberdade de expressão. Inclusas nas supostas leis de “segurança” estão 45 medidas que tornariam ilegal diversas formas de expressão, incluindo protestos públicos. As leis entram em vigor em 1˚ de julho, se elas forem aprovadas. Obviamente, elas estão sendo vistas pelos espanhóis como uma afronta à liberdade pessoal.

Do site do projeto Hologramas para a Liberdade:

Em resposta à essa injustiça e para mostrar o que nos aguarda no futuro se essa lei em curso for aprovada, vimos a necessidade de fazer uma forma diferente de protesto, um que não poderia ser impedido de acontecer: o primeiro protesto de hologramas da história.

Um protesto enorme, no qual qual nós demonstraremos que, apesar dos obstáculos impostos pelo governo, eles não silenciarão nossas vozes, e mesmo que precisemos nos tornar hologramas nós continuaremos protestando

A manobra foi bem efetiva, uma vez que escrevemos sobre ela em outro país, e pela primeira vez, é legal ver hologramas serem usados para algo além do que vender ingressos para um concerto no meio do deserto. [ Fusion and RTVE and El Mundo]

Imagem de capa: screengrab do RTVE