O projeto Menina Ciência, da Universidade Federal do ABC (UFABC), está com as inscrições abertas para a próxima edição. A ideia, que leva educação científica gratuita às adolescentes, visa contribuir para a desconstrução do estereótipo de gênero e ampliar a representatividade e as oportunidades á área.

A terceira edição do curso terá aulas de Biologia, Astronomia, Química, Matemática, Física, Oceanografia, Educação e História da Ciência e Filosofia.

Por ser online, poderão participar meninas de qualquer lugar do mundo. Ao todo, são 150 vagas sorteadas para acompanhar o curso entre os dias 08 de setembro e 16 de outubro — que é voltado para as estudantes do Ensino Fundamental 2 (do 6º ao 9º ano). Uma das novidades desde ano será a abertura de vagas para formação continuada de professores do ensino fundamental, com 50 vagas disponíveis.

A inscrição das alunas pode ser feita por meio deste formulário até o dia 29 de agosto e a dos professores por este formulário até o dia primeiro de setembro.

A primeira edição do programa formou 50 garotas; a segunda, já em formato virtual, chegou a 120 meninas. Durante os cursos, além de aulas e palestras, as garotas puderam conhecer grandes cientistas, realizar atividades em laboratórios e conhecer outros projetos, como o Donas da Rua, da Maurício de Souza Produções, parceiro do projeto.

Assine a newsletter do Gizmodo

Segundo Maria Inês Rodrigues, coordenadora do evento, as edições são sempre marcantes. “No primeiro encontro pedimos para elas desenharem um cientista e a maioria criou um homem em um laboratório. No fim, pedimos para elas fazerem a mesma coisa e aí elas pensaram em si mesmas como astronautas, biólogas e até matemáticas”, contou.

No Gizmodo Brasil, já ressaltamos a importância da participação feminina na ciência e a relevância de seus avanços contínuos. Katherine Johnson, Marie Curie e Jaqueline Góes de Jesus, por exemplo, são nomes essenciais que mudaram o curso da nossa história.