Ela é a protagonista de um dos filmes mais badalados do Oscar 2022, mas não vai comparecer à cerimônia porque não recebeu convite. Ué, como assim? A atriz Rachel Zegler, que interpreta Maria no remake de “Amor, Sublime Amor”, revelou que não marcará presença na maior premiação do cinema, pois não foi convidada pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas.

Nome em ascensão na indústria cinematográfica hollywoodiana, Rachel Zegler de 20 anos ganhou recentemente o Globo de Ouro de melhor atriz em musical por sua atuação em “Amor, Sublime Amor”, remake dirigido pelo cineasta Steven Spielberg do clássico de 1961 que concorre a sete Oscar – incluindo melhor filme e diretor.

A exclusão da atriz só foi descoberta quando Rachel compartilhou nas redes sociais a imagem do vestido que usou para a premiação do cinema britânico, o BAFTA, e um fã escreveu que mal podia esperar para ver o que ela usaria na entrega das estatuetas do Oscar. Logo, a atriz revelou: “Não fui convidada, então estarei vestindo um moletom e a camisa de flanela do meu namorado”, brincou ela.

No caso, o namorado de Zegler é o ator Josh Andres Rivera, colega de elenco dela em “Amor, Sublime Amor”. Os dois revelaram o relacionamento no último mês de fevereiro. 

“Não sei, gente, eu tentei de tudo, mas parece que não vai acontecer. Eu vou torcer por Amor Sublime Amor do meu sofá, e ficar muito orgulhosa do trabalho que fizemos três anos atrás. Espero que algum milagre de última hora ocorra para que eu possa celebrar nosso filme pessoalmente”, prosseguiu Zegler.

Como era de se esperar, os fãs reagiram com mensagens de indignação, o que a levou a acrescentar nas respostas que tinha tentado tudo, mas que já era improvável que fosse conseguir o convite e ia torcer pelo filme do sofá. 

No fim do comentário, Zegler agradeceu às mensagens revoltadas com sua exclusão da festa. “Eu também estou desapontada, mas está tudo bem. Ainda tenho muito orgulho do nosso filme”, completou.

Responsável pela premiação, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood foi criticada por estar “esnobando” a protagonista de um dos grandes filmes de 2021 e um dos nomes mais promissores da indústria do entretenimento.

Em meio à comoção com sua revelação, Zegler usou a conta dela no Twitter para agradecer as mensagens de carinho que recebeu e colocar panos quentes na situação.

A atriz escreveu: “Meu deus, pessoal! Agradeço todo o apoio, de verdade. Vivemos em tempos sem precedentes e muito trabalho é feito por trás das telas para que a mágica do cinema aconteça. Isso vale tanto para a produção de um filme (como o que tenho a sorte de estar filmando em Londres) como de um show. Vamos todos apenas respeitar o processo e vou sair do meu celular. Beijo, R”.

Os nomeados e apresentadores da cerimónia têm direito automaticamente a convite, mas os atores dos filmes, mesmo os que estão entre os grandes nomeados, não têm presença garantida no Dolby Theatre, que terá uma lotação de 2500 lugares em vez dos habituais 3400 por causa da pandemia.

A distribuição dos restantes bilhetes é da responsabilidade dos respectivos estúdios: neste caso concreto, da Disney, que parece ter excluído tanto a protagonista de “Amor, Sublime Amor” como da sua nova versão de “Branca de Neve e os Sete Anões”, atualmente em rodagem em Londres.

Vale lembrar que “Amor, Sublime Amor” concorre em sete diferentes categorias no Oscar 2022, incluindo Melhor Filme, Melhor Diretor para Steven Spielberg e Melhor Atriz Coadjuvante para Ariana DeBose. A cerimônia acontece no dia 27 de março, no Teatro Dolby, em Los Angeles, e será transmitida no Brasil pela TNT.