A Plastic Logic, um time pequeno no negócio de leitores de e-book que já mostrara protótipos de um promissor aparelho com touchscreen capacitiva, anunciou o nome oficial do seu produto: Que.

Sim, Que, pronunciado como a letra Q em inglês (/’kju?/). Sua tela E Ink será do tamanho carta (8,5 x 11 polegadas), resistente a rachaduras e com uma camada de toque capacitiva que parece não atrapalhar a visão. Nós o vimos na conferência D, e ele pareceu ótimo – bem melhor do que a piada que é o leitor com touchscreen da Sony e não requer uma stylus como o da IRex. Podemos dizer que ele é o melhor leitor de e-book com touchscreen já divulgado.

Outros recursos incluem 3G (AT&T), Wi-Fi e rabiscos em documentos (veja o vídeo abaixo para ter uma ideia geral). A empresa só divulgou imagens de teaser, mas dá para sacar bem o design do aparelho.

A Plastic Logic diz e diz que não busca o mercado do Kindle. A empresa promete revelar na CES, em janeiro, uma plataforma abrangente para profissionais móveis, isto é, de gerenciamento de documentos. O objetivo é que essa coisa substitua todas as páginas que as pessoas imprimem quando trabalham longe de seus escritórios. Embora até a Barnes & Noble seja uma parceira de conteúdo, parece que a leitura ficções será uma função secundária. Como você sabe, esse tipo de discurso significa que o preço ainda não anunciado não deverá ser baixo. [Plastic Logic]