Khaby Lame agora é o rei oficial do TikTok!

Se você não ouviu falar dele, este jovem de 22 anos tornou-se o maior criador de conteúdo da rede social com 142,9 milhões de seguidores no momento. O senegalês mora em Milão, na Itália, e começou a publicar vídeos divertidos na plataforma em março de 2020, após ser demitido no início da pandemia.

Segundo informações da Variety, o comediante já ultrapassou a celebridade Charli D’Amelio, de 18 anos, que conta com 142,3 milhões de seguidores na plataforma atualmente. No Instagram, Lame tem 78,3 milhões de seguidores, contra os 48,8 milhões de D’Amelio.

Nascido em Senegal, Lame se mudou com a família para a Itália quando tinha apenas um ano de idade. O influenciador arrebatou a internet por gravar vídeos engraçados e publicar nas redes sociais. Com a chegada da pandemia, passava os dias trancado na casa dos pais, na cidade italiana de Chivasso, em busca de trabalho. Um dia, baixou o TikTok e começou a brincar com o aplicativo em seu quarto, publicando vídeos de si mesmo.

A princípio, assim como outros “tiktokers”, Lame produzia vídeos dançando, jogando videogames, ou fazendo acrobacias cômicas. No início de 2021, ele começou a zombar de vídeos de truques que tomaram as plataformas de mídia social.

Em seus principais conteúdos, o jovem reage –sem dizer uma palavra– a truques de vida complicados e absurdos que podem ser facilmente resolvidos, reagindo com um encolher de ombros sem palavras ou um olhar exasperado.

Após reagir de maneira cômica fazendo gestos com a mão, Khaby mostra a solução mais fácil para contornar a situação mostrada anteriormente.

Ele ganhou destaque no TikTok ao utilizar a ferramenta de dueto para reagir a vídeos de “life hacks”, mostrando como alguns desses truques por vezes eram mais complicados, inúteis ou falsos. 

Atraiu milhares de espectadores e conquistou parcerias com grandes empresas, incluindo a brasileira 99. O engajamento é tão alto que o jovem senegalês já fez diversas parcerias com marcas famosas e com celebridades mundialmente conhecidas, como é o caso do cantor Ed Sheeran e os jogadores Dybala e Vinícius Júnior. 

@khaby.lame

Thanks ma G @jbalvin ❤️ #learnfromkhaby #learnwithtiktok @tiktok #learnfromjbalvin

♬ suono originale – Khabane lame

Além do sucesso de vídeos como este, hoje em dia, o influenciador também divulga esquetes de comédia sem dizer nenhuma palavra. Desde o ano passado, o tiktoker, contrariando a vontade do pai, que queria que o jovem procurasse um emprego, Khaby acabou investindo seu tempo nas principais redes sociais, gerando assim sua própria fonte de renda. De acordo com um levantamento da Celebs Lifes Reels, o jovem possui um patrimônio líquido estimado entre US$ 1 milhão a US$ 2 milhões.

“Sou apaixonado por entreter e fazer as pessoas rirem desde a infância e agradeço ao TikTok por me oferecer um palco global para compartilhar minha paixão com o resto do mundo”, disse Lame em comunicado em agosto de 2021, quando ultrapassou 100 milhões de seguidores. “Continuarei trabalhando pelos meus sonhos, sabendo que posso contar com uma bela comunidade pronta para torcer por mim. Obrigado e amo todos vocês!”

De acordo com Lame, as inspirações para seus vídeos incluem “Um Maluco no Pedaço” e Will Smith, Eddie Murphy, o ator francês Omar Sy – e desenhos animados. Perguntado sobre qual vídeo ele mais se orgulha de criar, em uma sessão de perguntas e respostas com o TikTok no verão passado, Lame respondeu: “Não tenho um em particular. Eu amo todos os meus vídeos e todos eles me deixaram orgulhoso.”

@khaby.lame

🤷🏿‍♂️🤲🏿🤣🧒🏻 #learnfromkhaby #learnwithtiktok @tiktok

♬ suono originale – Khabane lame

Segundo o The Verge, o sucesso de Khaby no TikTok é muito significativo, já que pouco tempo atrás, problemas anteriores levantados pelos usuários na plataforma sobre como os criadores de conteúdo de negros eram tratados influenciava no crescimento e engajamentos dos perfis. Em 2020, os criadores negros fizeram uma série de acusações de que o algoritmo da rede suprimia os conteúdos divulgados.

Em resposta a este problema, a empresa se comprometeu a tomar medidas necessárias e criou o conselho de diversidade, incluindo a doação de dinheiro para organizações sem fins lucrativos que focam em ajudar a comunidade negra.