Aparentemente, ninguém. Terminou hoje o prazo de entrega de propostas para o leilão da criação do trem-bala que ligaria São Paulo ao Rio de Janeiro e passaria por Campinas. Nenhuma empreiteira participou com propostas, e pelo visto ninguém acha que dá pra ligar nossas duas metrópoles por menos de R$33 bilhões, especialmente se o governo não bancar basicamente tudo.

Desde novembro o leilão do trem-bala vem sendo adiado por falta de ofertas. Ele seria marcado para abril, mas acabou acontecendo apenas em julho. Mesmo assim, mais de seis meses não foram o suficiente para mudar a cabeça das empreiteiras: segundo informações da Folha, elas só aceitam entrar na brincadeira se participarem com apenas R$3 bilhões de reais. Mas e os outros R$30 bilhões?

Pelo visto, ninguém pagará. Aliás, é curioso ver o crescimento do valor do projeto do trem-bala interestadual: em 1997, quando um desenho embrionário foi apresentado, a estimativa era de R$7,6 bilhões gastos. Em 2009, ele já era avaliado em R$34,5 bilhões. Recebeu um pequeno corte do TCU em 2011, mas consórcios indicam que ele pode chegar a até R$55 bilhões. Não temos mais tanta certeza se ele de fato existirá, e muito menos se ele estará funcionando até a Copa de 2014. Alguém ainda acredita que o projeto, polêmico desde o início, vingará? [iG e Folha]