O Kotaku Brasil vem aí, e a caça por talentos para formar a equipe já começou. Se você gosta de games, sabe o que é jornalismo e não se aflige com o poder da internet, estamos falando a mesma língua. Mas não basta ter boa vontade e uma gamertag bacana.

Requisitos mínimos:
– Gostar de games
– Saber ler e escrever bem
– Dominar o inglês
– Prática com plataformas na web (blogs, redes sociais)
– Computador com boa conexão à internet
– Videogames (não é fundamental, mas… você precisa jogar, certo?)
– Alguma habilidade especial (desde soltar hadouken em público até detectar redes Wi-Fi com caixa de fósforo)



Missão:
– Descobrir, sugerir e apurar pautas legais
– Testar jogos e escrever sobre
– Acompanhar o mercado brasileiro de games
– Moderar comentários dos leitores
– Traduzir e adaptar notícias do Kotaku.com
– Representar o Kotaku Brasil em eventos e nas redes sociais

Conquistas desbloqueadas:
– Dinheiro (real, não o virtual)
– Chance de jogar games legais (às vezes nem tanto)
– Viver rodeado de games sem correr o risco de ameaçar a sociedade
– Uma ou duas lições sobre jornalismo de games
– Café, água, bolachas e eventuais power-ups

Se você quer entrar para o Kotaku Brasil e acha que se encaixa no perfil, escreva até o dia 10/10 para o dicas@gizmodo.com.br com o assunto “Kotaku Brasil” e mande:

– currículo no corpo da mensagem
– links de seus perfis na internet (blogs e redes sociais)
– links de até três textos seus publicados na internet
– um texto curto, de no máximo 1.300 caracteres, que você publicaria no Kotaku hoje

Importante: não é preciso morar em São Paulo e os horários são, digamos, flexíveis. Enquanto nós escolhemos os melhores, acompanhe as novidades do Kotaku Brasil pelo Twitter e Facebook. E boa sorte!