O Raspberry Pi é um computador portátil e bem barato (pelo menos fora do Brasil). Voltado para acadêmicos e entusiastas, ele foi lançado há alguns anos em duas versões, a partir de US$ 25. Agora, seu hardware recebeu algumas novidades – e seu preço diminuiu. É assim que se atualiza um produto!

O novo Model A+ possui processador Broadcom de 700 MHz e 256 MB de RAM, assim como seu antecessor (o Model A). Ele mantém a saída HDMI, porta USB 2.0 e entrada para fone de ouvido.

Mas agora, a placa tem 40 pinos GPIO, que permitem conectar o Raspberry Pi a outros dispositivos; e ainda consome menos energia. Ela só aceita cartão microSD (contra cartão SD no modelo anterior). São 65 mm de comprimento, contra 85,6 mm no modelo anterior (a largura é a mesma de antes).

Este pequeno computador roda Linux e custa apenas US$ 20. Ele está à venda nos EUA e no Reino Unido. Veja-o em ação fazendo boot e reproduzindo vídeos em 1080p (pule para o ponto 3:00).

Há também o Model B+, lançado este ano, que custa US$ 35 no exterior. Ele tem o mesmo processador do Model A+, porém conta com 512 MB de RAM, quatro portas USB e uma porta Ethernet.

No Brasil, o Model B+ custa cerca de R$ 200 na distribuidora autorizada Farnell Newark e no Mercado Livre. O Model A+ ainda não está disponível por aqui.

O Raspberry Pi permite criar alguns projetos curiosos, como este smartphone faça-você-mesmo, este toca-fitas antigo que faz streaming do Spotify; e este quadcóptero que caça drones no ar. Até outubro deste ano, foram vendidas cerca de 3,8 milhões de unidades do Raspberry Pi ao redor do mundo. [Raspberry Pi via Engadget]