Pense em reconhecimento de voz, e você provavelmente vai pensar no Google Now ou na Siri. Mas agora, a empresa por trás da tecnologia da Apple, a Nuance, está criando um sistema multiplataforma baseado na nuvem que pode tornar esta tecnologia muito mais útil.

Com o codinome Project Wintermute, o objetivo é desenvolver um sistema independente de plataforma que vive online. Isso significa que ele pode unir dados de múltiplos dispositivos – PC, Mac, celular, tablet – para ampliar a experiência do usuário em comandos de voz, em vez de limitá-la ao smartphone.

Ela está presente até mesmo em TVs: o Dragon TV é um sistema presente em set-top boxes e Smart TVs. O The Next Web testou um protótipo do novo sistema, e explica como isso funciona:

Depois de pedir para o smartphone mostrar o resultado de um jogo do Notre Dame (e conseguir a resposta rapidamente, mostrada visualmente de forma parecida com o que o Siri faz), nós fomos para uma TV com Dragon TV.

“Coloque no jogo”, dissemos para a TV. Não fizemos nenhuma menção de qual jogo, nenhum nome de time, horário nem nada. A TV instantaneamente começou a mostrar o jogo do Notre Dame.

Parece uma experiência muito mais inteligente: é como liberar o reconhecimento de voz presente no smartphone, usando o mesmo sistema através de vários dispositivos.

No entanto, resta ver como essa tecnologia funciona em conexões à internet mais limitadas, já que ela depende bastante da nuvem. Afinal, já existe um lag entre você falar o comando e o gadget responder – isso pode ser exarcebado em conexões ruins.

Mas é esse tipo de truque sincronizado que pode fazer o reconhecimento de voz de smartphones se tornar uma tecnologia difundida. E se alguma empresa está perto de tornar esse sonho realidade, é a Nuance. No entanto, só a técnica não deve ser o bastante: será necessário convencer fabricantes a abraçarem a ideia também. [The Next Web via Engadget]