O bilionário japonês Yusaku Maezawa bateu o recorde de tuíte mais retuitado no fim de semana. Como? O empresário de 43 anos, que usa o nome YouSuck2020 no Twitter, prometeu dinheiro grátis a cem pessoas selecionadas aleatoriamente que o seguissem e o retuitassem.

• Agora você pode colocar o Twitter em ordem cronológica direto da linha do tempo do app
• Anistia Internacional apresenta dados mostrando como o Twitter tem falhado em policiar abuso na plataforma

O post foi retuitado por mais de seis milhões de contas até agora e promete dar um milhão de ienes para cada uma das cem pessoas, o equivalente a aproximadamente R$ 37,3 mil por usuário.

“Com uma apreciação diária, vou dar 100 milhões de ienes em dinheiro. A única maneira de se candidatar é me seguir e retuitar este tuíte. A recepção é até 7 de janeiro. Eu vou enviar uma mensagem direta de mim para o vencedor”, diz o tuíte em japonês, publicado em 5 de janeiro.

A contagem de seguidores de Maezawa disparou como resultado de sua promoção improvisada, de aproximadamente 501 mil contas antes de seu tuíte viralizar no fim de semana para mais de 6 milhões de contas nesta segunda-feira (7).

O tuíte mais compartilhado anteriormente era o de um adolescente americano chamado Carter Wilkerson, que estava tentando conseguir nuggets de frango grátis pelo resto da rede de fast food Wendy’s, em 2017. Wilkerson acabou acumulando 3,55 milhões de retuítes e, apesar de ficar aquém de seu objetivo de 18 milhões de retuítes, ainda assim recebeu seus nuggets gratuitos.

Maezawa, que tem sua fortuna estimada em US$ 2 bilhões, conquistou seu dinheiro criando os sites de varejo japoneses Start Today e Zozotown. Mais recentemente, o bilionário ganhou as manchetes em setembro passado, quando foi anunciado que ele seria o primeiro passageiro do voo de Elon Musk em torno da Lua, por ora agendado para aproximadamente 2023.

Não está claro como Maezawa planeja cumprir sua promessa de dar dinheiro de graça, mas ele afirma que vai enviar mensagens diretas aos vencedores. Embora dar R$ 37,3 mil para cada uma das cem pessoas seja um trocado para o bilionário, distribuir com sucesso dinheiro nas redes sociais pode ser um pesadelo logístico.

Mas uma coisa é certa: podemos esperar ver um monte de tuítes parecidos nos próximos meses, à medida que vigaristas tentam capitalizar a publicidade em torno dessa oferta de “dinheiro grátis”. Golpes em forma de correntes já são bastante comuns nas redes sociais, mas os brindes “legítimos” ajudam a tornar as pessoas céticas mais abertas a acreditar neles.

Sim, a promoção de dinheiro grátis de Maezawa pode ser real. Mas a próxima que você vir provavelmente não será. Mas não me deixe impedi-lo de se tornar rico. Deve haver pelo menos um príncipe nigeriano de verdade, certo?

[Yahoo]