O Google está sendo investigado por reguladores antitruste da União Europeia, informou a Comissão Europeia à Reuters neste fim de semana.

Segundo a agência de notícias, o alvo da investigação é a Alphabet, holding que controla o Google. O que os reguladores querem esclarecer, mais especificamente, é como e por que o grupo está coletando dados. 

Os documentos analisados pela Reuters revelam que o foco da União Europeia são dados relacionados ao serviços de pesquisa local, publicidade online, serviços de segmentação de anúncios online, serviços de login, navegadores de internet e outros. 

Durante a última semana, a comissão enviou questionários a empresas que trabalham com o Google para entender quais acordos foram firmados entre as empresas para que compartilhassem informações. 

Em sua defesa, o discurso adotado pelo Google é que a coleta de dados é feita com o propósito de aperfeiçoar os serviços da empresa e que os usuários podem gerenciar, deletar e transferir suas informações quando quiserem por meio de um painel acessível para todos que têm uma conta Google.

Essa não é a primeira vez que a gigante de tecnologia enfrenta acusações do tipo. Conforme aponta a Reuters, a Comissão Europeia já multou o Google em mais de 8 bilhões de euros nos últimos anos, sendo uma delas relacionada ao Android, além de exigir que a companhia mudasse suas práticas de negócio. Aparentemente, essa advertência não surtiu muito efeito. 

[Reuters]