O Lenovo X1 Carbon faz o impossível. Ele transforma um laptop voltado para negócios em algo descolado. Descolado por causa do visual bacana, claro, mas também porque ele funciona da maneira que deveria. E de certa forma, isso se tornou um dos maiores elogios na área de tecnologia.



O que é

Um ultrabook usando uma armadura, mas ainda assim consegue ser mais bonito do que praticamente qualquer outro concorrente.

Para quem é

Supostamente voltado para pessoas de negócios, mas na verdade o X1 Carbon é para qualquer um.

Por que isso importa

Pode não parecer, mas este é um computador bem importante para a Lenovo. Ela normalmente faz computadores voltados para negócios – máquinas que são um tanto feias e pouco práticas para pessoas normais, mesmo quando conforto, confiabilidade, durabilidade e segurança sejam coisas que todo mundo deseja.

Design

O X1 Carbon é ao mesmo tempo incrivelmente lindo e terrivelmente feio. O corpo fino e banhado a carbono é bem acabado da maneira certa. Mas também tem a tampa meio quadrada e resquícios do ThinkPad que são familiares em outros produtos da IBM ou Lenovo.

Usando

Praticamente todo review de laptop Windows atualmente menciona como teclados e trackpads que não são da Apple são uma droga. Mas não este. Tudo é excelente. O teclado é um dos melhores que você vai encontrar em um laptop – boa distância entre as teclas, resistência e espaçamento. Quando usei o trackpad foi a primeira vez que eu fiz gestos multitoque no Windows e realmente gostei. Usei o gesto com três dedos para voltar página e funcionou na primeira tentativa. Os gestos para controlar scroll e zoom funcionaram perfeitamente. Nada disso acontece na maioria dos laptops Windows.

Gostamos

Há uma tonelada de coisas no setor de notebooks de negócios que, por qualquer que seja o motivo, nós não vimos nos ultrabooks comuns – coisas realmente legais como teclados à prova de respingos, conexão 3G e segurança reforçada por reconhecimento de digitais. E o corpo belo e resistente do X1 é simplesmente maravilhoso. Assim como o trackpad e o teclado.

A tela fosca de 1600×900 é um ponto positivo também. Não é incrível – não chega nem perto da tela 1080p do Asus Zenbook Prime – mas é nítida e representa bem as cores. Ela tende a ter uma sombra meio azulada, e sua superfície antirreflexo impede de ter muito contraste.

Não gostamos

Surpreendentemente, do software. Por melhor que sejam os firmwares como o teclado e o trackpad, o software voltado para negócios que a Lenovo coloca no X1 é mais opressor do que você irá encontrar em outras empresas – mesmo em quem já é reincidente nisso, como a Asus e a Sony. Coisas como acessar as configurações de segurança para o leitor de digitais, ou simples configurações de conta e rede, são complicadas por um software proprietário lento.

E tem esse design desinteressante, e a necessidade de adicionar funções para negócios como o TrackPoint (a bolinha vermelha no meio do teclado). Essa bolinha parece especialmente desnecessária para a maioria dos usuários agora que o trackpad realmente funciona como deveria, mas negócios sendo negócios, alienar uma legião de usuários antiquados não seria legal.

Detalhes sobre o teste

– O teclado retroiluminado é um dos melhores do mercado. A luz nunca parece forte demais, e o atalho Fn+Barra de espaço para aumentar a luminosidade é mais conveniente do que os dois botões habituais.

– O tempo de resposta nunca foi um problema, e a única ocasião que o X1 superaqueceu foi enquanto jogava. Mas quando ele fica quente, ele realmente queima. Só ficar de bobeira por 20 minutos no Diablo 3, o X1 ficou mais quente do que qualquer outro ultrabook que já vimos – apesar de ainda não ser tão crítico quando o aquecimento do MacBook.

– A velocidade de transferência foi bem alta, mesmo comparando com outros ultrabooks. Em média 5 minutos e 5 segundos para 25GB em 10 arquivos.

– A única reclamação sobre o teclado e o trackpad é que o cursor ocasionalmente irá cair sem motivo. Mas é bem raro, e os positivos superam muito o negativo.

– O X1 Carbon foi também a nossa máquina de teste para o Windows 8 RTM, e ele se saiu admiravelmente bem. Os drivers do Windows 7, apesar de obviamente não otimizados, se saíram bem com os gestos do Windows 8.

– O scanner biométrico de digital parece menos chato do que no X1 original – teve menos problemas de leitura para desbloquear, e não ocorreu nenhum falso positivo com as mãos de outras pessoas.

Você deveria comprar?

Sim. É um laptop maravilhoso, e não apenas para os usuários de negócios que ele foi projetado. Este é um laptop que qualquer um pode usar, e talvez até amar. Ele pega todos os pontos fortes e proteções de máquinas voltadas para negócios e as torna…bem, algo que não é absurdamente horroroso. Na verdade, até bonitinho. Essas coisas sempre tornaram essa linha fácil de usar – e agora também é agradável aos olhos.

Lenovo Carbon X1 – Especificações

• Processador: Intel Core i5 Ivy Bridge
• Tela/Resolução: Tela HD+ Anti-Reflexo de 14 polegdas (1600 x 900) Wide View (300NITS)
• Vídeo: Intel® HD 4000 Graphics
• Memória: 4GB
• Armazenamento: 128 GB SSD
• Conectividade: 2 USB (1 USB 2.0 e 1 USB 3.0); Mini-Display port; 4-in-1 SD Media Card Reader
• Câmera: Câmera HD 720p com capacidade de detecção de rostos
• Peso: 1,36 kg
• Dimensões:  331mm x 226mm x 18.85mm
• Teste extreme de uso de bateria: 3 horas, 28 minutos
• Preço: US$1250
• Giz Rank: 4 estrelas

[nggallery id=23]