Os robôs já estão se infiltrando nos nossos empregos e agora parece que eles também querem se meter em nossas preciosas cerimônias culturais.

Nesta segunda-feira (11), o robô Hubo, do Korean Advanced Institute of Science and Technology (KAIST), carregou a tocha dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2018, de PyeongChang, durante o revezamento em Daejeon, na Coreia do Sul. O impressionante foi que, como mostrado no vídeo abaixo, do Arirang News, Hubo usou uma ferramenta montada em um de seus braços para cortar um muro e passar a tocha para o seu criador, tudo isso sem incendiar algo acidentalmente.

De acordo com o site de notícias olímpicas Inside the Games, Hubo não é o primeiro robô a carregar a tocha na história – nem mesmo o primeiro a fazer isso no revezamento de 2018. Neste ano, um “veículo robótico submarino ajudou a carregar a tocha” em um trecho separado do revezamento, que envolve cerca de 7.500 voluntários. Quando a competição de Pyeongchang começar em fevereiro de 2018, aproximadamente 85 robôs serão “utilizados como voluntários”.

O modelo DRC-HUBO, da KAIST, superou outros 22 robôs e ganhou o prêmio de US$ 2 milhões do Desafio Robótico da DARPA, em 2015. Ele demonstrou que era capaz de manter seu equilíbrio e realizar uma série de tarefas, incluindo a operação de válvulas e brocas.

Por mais que o Hubo possa um dia se cansar de usar seus poderes para carregar tochas e cortar paredes para esses propósitos amigáveis, espero que ele não faça nada imprudente.

[Arirang News/Inside the Games]

Imagem do topo: AP