Quem já usou um Roomba – um robozinho que aspira o pó da sua casa – sabe que ele colide várias vezes com os móveis, e pode até tentar subir em cortinas se você não ficar de olho. Por isso, o novo Roomba 980 usa uma câmera e sensores para se lembrar onde estão as paredes e os móveis da sua casa; além disso, ele tem conexão Wi-Fi e pode ser controlado pelo smartphone.

Durante um evento em Nova York, a gigante de robótica ressaltou várias vezes os benefícios de um Roomba que pode mapear a sua casa. Usando localização visual e controles por um app conectado à nuvem, o robô aspirador entende melhor como a sua casa é mobiliada. Onde estão os abajures? Onde estão os degraus? Onde está o prato de comida do cachorro? Onde está o vaso artesanal? E por aí vai.

A companhia diz que ele vem até mesmo com sensores que fazem o Roomba se adequar a mudanças no ambiente, evitando colidir com a mobília que mudou de lugar ou coisas deixadas pelo chão. O robô faxineiro limpa por até duas horas antes de voltar automaticamente à base de recarga.

1433567197299364271

Assim como em outros robôs, este tipo de aprendizado na prática é o maior desafio do campo no momento. É claro, uma coisa é fazer uma máquina aprender a colocar a tampa em uma garrafa, programando-a para fazer a mesma coisa todos os dias. Mas dar às máquinas a habilidade de se adaptar a mudanças é difícil. É por isso que a ideia por trás da assistente humanoide Rosie, de Os Jetsons, é tão difícil.

O iRobot também está se aproximando do zeitgeist robótico ao fazer o Roomba 980 um membro da sua casa “inteligente”; um eletrodoméstico que opera dentro da Internet das Coisas. O Home, novo app da companhia que funciona na nuvem, disponível para Android e iOS, permite que os usuários agendem horários de limpeza para o robô de qualquer lugar e a qualquer horário.

Falando em mudança de ambiente, o Roomba 980 pode identificar em qual tipo de superfície ele está a qualquer momento — e caso seja um carpete ou tapete, ele começa a funcionar em alta potência, automaticamente dobrando a força que ele gasta. Sensores ópticos e acústicos ajudam ele a vasculhar lugares no chão onde se encontram grandes porções de poeira.

1433567197468667055

Mas ele não é barato, infelizmente: US$ 899. E esse é um obstáculo no caminho para termos os robôs do futuro em nossas casas.

Além disso, pelo menos para mim, ele não pareceu tão diferente de outros Roombas. Eu quero testá-lo para saber se ele pode mesmo desviar de objetos ou lembrar onde estão as coisas da minha casa. Mas o Roomba 980 parece estar lidando muito bem com alguns problemas na robótica de hoje. [iRobot]

1433567197572235951