De acordo com o Financial Times, a Apple está próxima a comprar a Beats, fabricante de fones de ouvido que oferece um serviço de streaming de música nos EUA. O negócio de US$ 3,2 bilhões daria à Apple o controle sobre uma marca poderosa, mas ao mesmo tempo, seria algo não muito característico dela. O FT diz que esta seria a maior aquisição já feita pela Apple.

O iTunes vem desacelerando recentemente, e rumores dizem que a Apple deve reforçar seu serviço de streaming. Visto dessa forma, o negócio faria sentido. Mas a aquisição também daria a Cupertino o controle sobre um império construído em fones de ouvido. A empresa vai deixá-los de lado?



LEIA MAIS: As batidas de Dre: a história exclusiva de como a Monster perdeu o mundo

O acordo poderia supostamente ser fechado já na próxima semana. Não seria a primeira vez que a Apple compra uma empresa de música, mas ao contrário de outras aquisições – nas quais a Apple fecha a empresa e leva os funcionários para outro projeto – a Beats é uma marca poderosa por si só. Talvez o negócio tenha menos a ver com streaming de música e hardware, e mais a ver com a Topspin Media, plataforma de e-commerce e marketing que pertence à Beats.

Em 2011, a HTC investiu US$ 300 milhões para comprar 50,1% da Beats. Em setembro, a Beats retomou o controle total sobre si mesma – o que poderia abrir caminho para uma aquisição como esta. [Financial Times]

Foto: Getty