Já estamos confiantes de que a próxima versão do iOS estará repleta de Jony Ive, mas agora a Bloomberg diz que as mudanças no software são tão grandes que podem causar atrasos no iOS.

Citando “fontes com conhecimento do assunto”, a Bloomberg sugere que as exigências de Ive poderiam deixar o iOS “em risco de atrasar”, à medida que ele se esforça para eliminar todos os vestígios de Scott Forstall.

De fato, as fontes explicam que ele está renovando mesmo o iOS, “retirando imagens realistas” e “explorando mudanças mais dramáticas nas ferramentas de e-mail e calendário”. Parece que o esqueumorfismo – interfaces que tentam imitar objetos da vida real, mesmo quando isso é desnecessário – está com os dias contados.

Isso se encaixa com os rumores que circularam no início desta semana, quando o 9to5mac disse que a próxima iteração do OS móvel iria banir elementos da vida real (o iBooks parecendo uma estante de madeira, por exemplo), e também removeria todos os elementos de brilho e reflexo. A ideia, segundo os rumores, é tornar o software mais elegante e fácil de usar – mas sem mudar tudo, ainda deixando-o “familiar”.

A Bloomberg também diz que Ive está revisando metodicamente cada novo design para o iOS 7, em uma tentativa de evitar um desastre como o Apple Maps. Combine essa atenção ao detalhe com uma atualização enorme, e não é nenhuma surpresa saber que o projeto corre risco de atrasar.

Na verdade, Ive empurrou prazos internos de testes para mais tarde que nos lançamentos anteriores, e até mesmo trouxe parte da equipe do OS X para aumentar a produtividade. De acordo com as fontes, a Apple ainda acredita que consegue lançar o iOS 7 em setembro.

Embora pareça provável que o toque de Ive traga coisas boas para iOS, há certamente alguma ansiedade e tensão em Cupertino se esses rumores forem verdade. Mas é melhor fazer direito do que se apressar, não? [Bloomberg]