De acordo com o The Wall Street Journal, o Google está desenvolvendo um novo tablet de 7 polegadas baseado na tecnologia do Project Tango – e eles planejam fabricar 4.000 protótipos no próximo mês.

O artigo sugere que os tablets terão tela de 7 polegadas, sensores infravermelhos de profundidade, duas câmeras traseiras e “software avançado que pode capturar imagens tridimensionais precisas de objetos.” Diz o WSJ que o Google corre contra o tempo para prepará-los a tempo da conferência anual I/O, marcada para o fim de junho.

O Project Tango vem do grupo de projetos e tecnologia avançada do Google – a parte da Motorola que não foi vendida para a Lenovo. A equipe é liderada por Johnny Lee, o antigo pesquisador da Microsoft que foi uma das cabeças por trás do Kinect, e tem como objetivo criar hardware que não apenas detecte profundidade e espaço, mas também objetos e contexto.

Para isso, o pessoal de lá já criou um protótipo de smartphone que acompanha uma câmera traseira RGB/IR de 4 MP, outra câmera traseira que vira em 180 graus, uma dianteira que gira em 120 graus, e dois co-processadores de visão computacional para entender o que está sendo visto. Em outras palavras, um equipamento potente de processamento de imagem que consegue capturar modelos 3D do espaço e objetos do mundo real apenas ao observar uma sala.

Os novos tablets devem ser liberados para desenvolvedores a tempo da conferência I/O e, se isso for verdade, está de acordo com a estratégia do smartphone do Project Tango – apenas 200 foram lançados. Será que um dia esses objetos se tornarão comerciais? Vamos esperar para ver. [Wall Street Journal]