Ah, olá de novo, Guerra Fria! Como se já não tivéssemos problemas o suficiente com o colapso econômico mundial, os russos agora estão testando as bolas nucleares do presidente Obama ao posicionar bombardeiros nucleares estratégicos em Cuba e Venezuela:

Há quatro ou cinco campos aéreos em Cuba com pistas de 4 mil metros, o que nos servem perfeitamente.

Isso foi o que o tovarishch General-de-Brigada Anatoly Zhikharev – chefe de estado da aviação de longo alcance da Força Aérea Russa – disse a Interfax, agência russa de notícias, acrescentando que “se os dois chefes de estado demonstram tamanha vontade política, estamos prontos para voar pra lá”.

Então é isso. Os russos basicamente estão agora nesta onda de provocar testar o cara novo. Some isso aos planos chineses de construir grupos de batalha de porta-aviões e o recente aborrecimento que provocaram contra um navio oceanográfico da marinha dos EUA em águas internacionais e você terá um retrato bastante lúgubre do que pode estar se formando. [Defense Tech]