A corrida espacial voltou: os russos estão planejando uma nave espacial movida a energia nuclear que vai levá-los a Marte mais rápido que o Duck Dodgers no século 24 e meio. O chefe da agência espacial russa, Anatoly Perminov, promete um design preliminar para 2012:

O projeto tem como objetivo implementar programas de exploração espacial de larga escala, incluindo uma missão tripulada a Marte, viagens interplanetárias, a criação e operação de postos avançados. A implementação deste projeto irá nos permitir atingir um novo nível tecnológico, ultrapassando avanços estrangeiros.

Levariam só nove anos para o projeto ser totalmente desenvolvido, e ele custaria 600 milhões de dólares, o que é pouco. Sabendo que isto vai gerar dinheiro e empregos para trabalhadores especializados, fora levar a Rússia a um novo nível na ciência e na engenharia, o presidente russo Dmitry Medvedev apoiou o projeto e quer que o governo pague por ele.

Enquanto isso, na NASA, projetos estão sendo cancelados, o plano Constellation quase foi pro saco e os ônbus espaciais da NASA serão aposentados. É isso aí, Estados Unidos! [Yahoo via Universe Today]