A linha M da Samsung estreou no ano passado com smartphones de bateria com alta capacidade. O M31, lançado pela marca nesta quarta (8), dá um passo além e eleva a capacidade para 6.000 mAh. Além disso, o aparelho conta com 6 GB de RAM e câmera principal de 64 megapixels entre os destaques.

Esta é a bateria de maior capacidade de um smartphone da Samsung no mercado brasileiro — acima disso, só em tablets. Hoje, é raro encontrar no mercado um celular com bateria de menos de 3.000 mAh, e aparelhos com 4.000 mAh estão se tornando o padrão — a linha Moto G, da Motorola, e a série K, da LG, têm baterias desse tamanho. Já aparelhos com bateria considerada grande ficam ali na casa dos 5.000 mAh, como é o caso do Moto G8 Power e do Zenfone 6, da Asus.

A bateria não é a única especificação do Galaxy M31 que chama a atenção. Ele também tem 6 GB de RAM, o que é mais que os 4 GB de RAM que geralmente equipam intermediários. O aparelho também conta com um chip Exynos 9611, da própria Samsung, que conta com oito núcleos e atinge 2,3 GHz. O processador é construído com processo de litografia de 10 nm, em linha com os SoCs mais recentes da Qualcomm, por exemplo.

Os 128 GB para armazenamento também são bastante coisa, nível de topo de linha, e ainda há entrada para cartão de memória microSD de até 1 TB.

A câmera também tem números que impressionam. O conjunto na traseira é quádruplo, e o sensor principal tem 64 megapixels. O aparelho combina quatro pixels em um para capturar mais luz no Modo Noturno, por exemplo, e também para permitir o zoom digital de 8x.

Completam o conjunto uma câmera ultrawide de 8 megapixels e ângulo de visão de 123°, uma câmera de profundidade de 5 megapixels e uma lente macro também com sensor de 5 megapixels. Na frente, a câmera selfie tem outro número elevado: são 32 megapixels.

Além do Modo Noturno, o software de câmera da Samsung também conta com outros recursos. O Foco Dinâmico cria aquele efeito de retrato ao destacar o primeiro plano e ainda permite alterar o desfoque do fundo e adicionar efeitos depois que a foto é tirada. Em vídeos, há o Steady Shot, que usa a câmera ultrawide com um recorte para dar mais estabilidade às imagens capturadas.

As especificações são realmente boas, e o aparelho parece cumprir o que promete. Eu recebi o Galaxy M31 na minha casa na noite de segunda-feira (2) e ele parece ser bem rápido para abrir apps e alternar entre eles. O Modo Noturno consegue tirar fotos em condições péssimas de iluminação — com bastante ruído, é verdade, mas pelo menos você tem algum registro. E, em algo em torno de duas horas de uso, a bateria caiu de 44% para 39%, o que pode ser um bom sinal de durabilidade.

Mas, espera aí, não fica estranho um aparelho tão completo na linha Galaxy M, que é destinada, ao menos teoricamente, aos aparelhos de entrada da marca? E a linha Galaxy A, como fica? Renato Citrini, gerente de produto da divisão de dispositivos móveis da Samsung, diz que não.

Ele explica que a intenção da marca é atender a públicos diferentes com as duas linhas. A linha M é vendida apenas online — você não encontra os aparelhos nem mesmo nas lojas oficiais da Samsung — e foca no consumidor que compara mais as especificações dos smartphones na hora de comprar, enquanto a linha A aposta em design e acabamento para conquistar outro tipo de comprador.

O Galaxy M31 começa a ser vendido nesta quarta-feira (8). A Samsung vai divulgar o preço sugerido do aparelho no fim da tarde.

Atualização (18h): O Galaxy M31 tem preço sugerido de R$ 1.999. É mais que o LG K61 (R$ 1.899) e que o Moto G8 Power (R$ 1.799), mas por um aparelho com mais RAM, resolução e bateria.

Samsung Galaxy M31 – ficha técnica

  • Display 6.4” FHD+ (1080 x2340) Super AMOLED
  • Câmera Traseira
    • 64 MP (Principal)
    • 8 MP (Ultra Wide)
    • 5 MP (Macro)
    • 5 MP (Profundidade)
  • Câmera Frontal: 32 MP
  • Processador: Exynos 9611 Octa-Core 2.3 GHz
  • RAM: 6 GB
  • Armazenamento Interno: 128 GB
  • MicroSD: até 1 TB
  • Bateria 6,000 mAh (15W carregamento rápido)
  • Dimensões/Peso: 159.2 x 75.1 x 8.9 mm, 191 g
  • Sensor de impressão digital na parte traseira
  • Reconhecimento facial