Em 2018, o presidente da divisão mobile da Samsung, DJ Koh, disse que os celulares intermediários da empresa teriam novidades tecnológicas antes dos aparelhos de topo de linha. Se isso também se aplica ao design, tivemos uma boa antecipação do que pode ser o visual do Galaxy S11. A companhia sul-coreana lançou dois novos modelos da linha A, o A51 e o A71, e eles se parecem bastante com os primeiros vazamentos do topo de linha do ano que vem.

Dois aspectos do A51 e do A71 particularmente lembram as primeiras imagens que apareceram do S11. Um é a área da câmera como um retângulo preto, à maneira do que já acontece com o iPhone 11, da Apple, e o Pixel 4, do Google. A outra é a câmera frontal em um buraco centralizado, parecido com o do Galaxy Note 10 da própria Samsung.

Especulações à parte, o A51 e o A71 são novos modelos da nova linha A, de intermediários, que estreou no primeiro semestre de 2019. As câmeras quádruplas são o grande destaque dos dois modelos. Eles ostentam conjuntos com câmeras de profundidade de 5 megapixels, ultrawide de 12 MP e macro de 5 MP. No A51, a câmera principal tem 48 MP, enquanto no A71 o sensor é de 64 MP.

Em outras especificações, o Galaxy A51 tem processador octa-core (não identificado, com quatro núcleos de 2,3 GHz e quatro de 1,7 GHz), 6 GB de RAM, 128 GB de armazenamento, tela OLED de 6,5 polegadas e resolução Full HD+ e bateria de 4.000 mAh com carregador de 15 W.

Já o Galaxy A71 tem processador octa-core (também não identificado, mas acredita-se que seja um Snapdragon 730), versões com 6 GB e 8 GB de RAM e 128 GB de armazenamento. A tela tem a mesma resolução, mas é um pouco maior, com 6,7 polegadas. A bateria também é maior, com 4.500 mAh de capacidade, e conta com um carregador mais potente, de 25 W.

O Galaxy A51 começará a ser vendido no Vietnã no dia 27 de dezembro, com preço sugerido equivalente a US$ 346. Já o A71 não teve preços nem disponibilidade divulgados.

[Android Authority, SamMobile, Samsung Vietnã]