O grafeno pode ser usado para coisas fantásticas, mas, até agora, é apenas uma promessa. Um dia, dizem cientistas, vamos ter eletrônicos incríveis usando este supermaterial. Mas quando, exatamente? A Samsung anunciou um “método revolucionário” para sintetizar grafeno e colocá-lo em seus dispositivos. Agora vai?

O grafeno tem tudo para protagonizar uma revolução. É um supermaterial ultrafino, dobrável, extremamente flexível e resistente, que pode ser utilizado de diversas formas. É o material mais fino conhecido, e também é um ótimo condutor de eletricidade e calor. Aparentemente, com este método desenvolvido pela Samsung, ele pode enfim parar nas nossas mãos.



O método de síntese permite que um único cristal de grafeno retenha propriedades elétricas e mecânicas em uma grande área. Até então, o único jeito de criar grafeno grande o suficiente para uso comercial era unindo cristais separados de grafeno, o que poderia prejudicar a condutividade elétrica.

O método foi criado pelo Instituto de Tecnologia Avançada da Samsung (SAIT) em parceria com a Universidade Sungkyunkwan, e foi descrito em um artigo publicado na Science Magazine and Science Express.

Agora a Samsung aposta no grafeno para criar uma “nova era de tecnologia eletrônica de consumo”. A coreana tem planos de usar o material em seus dispositivos vestíveis e em telas curvas. Então pode ser que, após anos de estudos mostrando o potencial do material, o grafeno enfim esteja próximo de nós. [WSJ, Wired]