A Samsung anunciou o início da produção da maior unidade de armazenamento SSD (solid-state drive) já feita em massa. Trata-se do modelo PM1643 que conta com 30,72 Terabytes compridos em um corpo de 2,5 polegadas.

Na prática, com um desses, você consegue guardar 5.700 filmes HD de 5 GB cada — o equivalente a 500 dias seguidos rodando os arquivos. Tá bom pra você?

O Spotify estava desperdiçando a vida útil do seu SSD silenciosamente
Este SSD para espiões se autodestrói na hora ao receber um código via SMS

Antes que você se empolgue muito, esta nova unidade de armazenamento é voltada para clientes empresariais. A ideia é que ele seja uma opção para companhias que queiram mudar de soluções mecânicas, como o bom e velho HD, para a tecnologia SSD. Mesmo assim, o seu lançamento dá uma esperança para nós, reles mortais.

Como pontua o The Verge, o fato é que com o lançamento de SSDs de alta capacidade ajudam a pressionar a redução de preço em unidades menores. Então, no curto prazo, existe a possibilidade de termos SSDs mais baratos.

A briga do SSDs de alta capacidade está acirrada. No ano passado, a Seagate apresentou um protótipo de 60 TB, mas num corpo de 3,5 mm.

Este da Samsung, segundo a própria empresa é composto por 32 chips de memória flash NAND de 1 TB, comprimidos em 16 camadas de chips V-NAND de 512 GB. Ele pode alcançar velocidades de transmissão de até 2.100 MB/S — três vezes superior a discos SATA SSD presentes em boa parte dos computadores domésticos.

Ok, mas qual o preço de tudo isso? A Samsung ainda não divulgou, mas deve custar os olhos da cara, talvez na casa das dezenas de milhares de dólares. Sobre a disponibilidade, a empresa apenas afirma que está produzindo em massa desde janeiro. Portanto, deve aparecer em breve em varejistas especializados.

[The Verge e Samsung]