A Samsung anunciou na Coreia do Sul sua nova TV, e ela é um monstro baseado na tecnologia MicroLED da The Wall.

A The Wall (este é realmente o nome dela) foi anunciada em 2018 como “a primeira televisão modular MicroLED do mundo”. A ideia do produto é usar módulos para construir uma tela do tamanho que o cliente quiser. Como você pode imaginar, isso exige instalação profissional, e cada painel individual custa muitos milhares de dólares.

Com sua nova tela de 110 polegadas, no entanto, a Samsung está trazendo sua tecnologia microLED para TVs tradicionais. Com uma proporção tela-corpo de 99,99%, o painel usa luzes LED do tamanho de um micrômetro para fornecer cores e brilho realistas em 4K HDR. O display tem 8 milhões de pixels, e a Samsung afirma que a tecnologia pode oferecer precisão de cores em imagens capturadas até mesmo com câmeras DSLR de última geração.

A Samsung não retornou imediatamente um pedido de comentário sobre quanto custa sua TV. No entanto, a ZDNet informou que o preço seria de 170 milhões de won, o que equivale a cerca de US$ 156 mil, ou R$ 790 mil.

A tela ainda vem equipada com o Majestic Sound System, que oferece som de 5.1 canais e volume acima da média, sem precisar de alto-falantes externos. E como essa tela é muito grande — grande até demais, diriam alguns — dá para dividi-la em quatro, com cada parte em um canal ou app diferente.

De acordo com a Samsung, o display tem vida útil de até 100 mil horas, ou cerca de uma década. Mas sejamos sinceros: quem tem esse dinheiro para gastar em uma TV não está se importando com o tempo que ela vai durar, né?