Assim que saiu o anúncio oficial de parte do elenco da série live action baseada nos quadrinhos de “Sandman”, comentários racistas surgiram a respeito do elenco. O autor da obra, Neil Gaiman, não demorou em responder alguns deles e defender a diversidade da história.

Os ataques racistas foram direcionados principalmente à atriz preta Kirby Howell-Baptiste, que interpretará a Morte. A principal alegação dos internautas descontentes é que a Morte dos quadrinhos — em preto e branco — é branca.

Mais de uma vez, Gaiman precisou explicar que a Morte não é um ser humano que possui genes e, consequente, uma aparência. Ela é uma entidade e pode assumir qualquer forma. “Ela é canonicamente todas as raças”, disse o autor.

Em outra situação, Gaiman discutiu com seguidores sobre o mesmo assunto.

“Se você acha que os Perpétuos [entidades da HQ, como a Morte] têm uma raça ou forma humana específica, você não entendeu direito uma parte de Sandman. Não se preocupe. Assista à série.”

Ainda na mesma discussão, o escritor fez um desabafo. “Sempre pensei que as pessoas amavam a Morte por quem ela era. A pessoa que escrevi. Estou surpreso ao descobrir que, para algumas pessoas, ela era uma mulher branca, e apenas uma mulher branca”.

Assine a newsletter do Gizmodo

O autor precisou sair em defesa da diversidade racial de outro personagem tido como branco: Morpheus.

Em sua resposta mais recente, Gaiman escreveu:

“Eu me importo muito com o trabalho. Passei 30 anos lutando, com sucesso, contra filmes ruins de Sandman. Não dou a mínima para pessoas que não entendem/não leram Sandman reclamando de um Desejo não-binário ou que a Morte não é branca o suficiente. Assista à série, decida-se”

“The Sandman” na Netflix

Em uma realidade abstrata que mistura nosso mundo com o fantástico, “Sandman” conta a história do Sonho (Sturridge) e sua jornada para reconstruir seu reino metafísico enquanto ele se depara com as mudanças que o tempo causou nele e em seus companheiros Perpétuos.

A série que será produzida pela Netflix conta com Kirby Howell-Baptiste no papel Morte, a irmã de Sonho. Mason Alexander Park interpretará Desejo, outro irmão de Sonho, e Donna Preston, Desespero, gêmeo de Desejo.

Imagem: Divulgação/Netflix