O estado de São Paulo teve a primeira morte causada pelo novo coronavírus. O governo do estado divulgou a notícia na manhã desta terça-feira (17). Em uma coletiva de imprensa realizada às 13h20, o Coordenador do Centro de Contingência do Coronavírus de São Paulo, David Uip, revelou que o paciente era um homem de 62 anos que tinha diabetes e hipertensão.

A vítima morava na capital, foi internado em um hospital privado da cidade e não tinha histórico de viagem. Os sintomas começaram a aparecer no dia 14 de março. Na sequência, o paciente foi para a UTI no dia 14 e morreu no dia 16 de março – a Secretaria disse que só foi notificada sobre a causa do óbito nesta terça-feira.

Há ainda outros quatro óbitos que aconteceram neste hospital, mas a causa ainda não foi determinada. A Secretaria aguarda as informações da instituição para revelar se foi mesmo causada pela COVID-19.

De acordo com a Secretária Estadual de Saúde, o estado de São Paulo tem 152 casos confirmados da doença até esta segunda-feira, com mais 1.777 casos suspeitos de COVID-19, a doença causada pelo novo coronavírus. As últimas informações do Ministério da Saúde apontam para 234 casos no Brasil inteiro. Essa é a primeira morte no Brasil.

A Secretaria não possui informações sobre o número de casos graves.

Na última sexta-feira foram divulgadas medidas restritivas pelo Governo de São Paulo para tentar conter o surto. Aulas deverão ser suspensas até semana que vem e há a recomendação para evitar aglomerações – eventos promovidos pelo próprio Governo foram suspensas.