Sete grupos mundiais estão interessados em fornecer peças para o satélite que o Brasil vai lançar para levar internet a todos os municípios do país.

O projeto foi apresentado em 2012 e já tem investimento aprovado de R$ 720 milhões. A ideia é que o satélite seja lançado no fim de 2014, mas pode ser que ele atrase e fique apenas para 2015.

As empresas que estão participando a licitação do satélite são Astrium e Thales Alenia Space (da Europa), Boeing, Lockheed Martin e Space Systems Loral (dos Estados Unidos), Mitsubishi (do Japão) e Reshetnev (Rússia).

A licitação incluirá a compra do satélite, do sistema de controle de solo e do lançamento – tudo isso está incluído nos R$ 720 milhões já aprovados.

Atualmente, o Brasil usa tecnologia de satélites estrangerios, e a aquisição de um próprio pode ajudar a levar internet a municípios em regiões remotas do país. O satélite que deve ser lançado no fim de 2014 será o primeiro, e a Agência Espacial Brasileira já programa a aquisição de um segundo para ser lançado em 2019. [Valor via Ministério do Planejamento. Obrigado pela dica, Henrique Carvalho!]

Imagem via Angela Waye/Shutterstock