Scott Forstall é o chefe do iOS na Apple que surge nas keynotes e nos vídeos com fundo branco para falar das funções do iOS, mas isto subestima a importância dele na empresa. A Businessweek publicou um perfil detalhando de Forstall, um engenheiro talentoso, severo e controverso.

Ele esteve envolvido em várias patentes chave para o iPhone, e provavelmente é a pessoa mais importante da empresa, além de Tim Cook e Jon Ive. Ele também é a pessoa mais parecida com Steve Jobs a trabalhar hoje na Apple:



De muitas formas, Forstall é um mini-Steve. Ele é um supervisor exigente que fica obcecado com cada detalhe. Ele tem o talento de Jobs em traduzir jargão técnico de um conjunto de funções em inglês comum.

E o executivo sênior mais jovem da Apple também compartilha de outro dos traços de Jobs: ele é uma figura profundamente polarizadora , que inspira seus funcionários a serem leais e trabalhadores, mas que também indispõe muitos de seus colegas:

[Ele] rotineiramente toma crédito por sucessos colaborativos, desvia-se da culpa por erros, e é irritantemente político. Eles dizem que ele tem um relacionamento tão tenso com outros membros da equipe executiva – incluindo o chefe de design Jony Ive e o chefe de hardware Mac, Bob Mansfield – que eles evitam reuniões com ele a menos que Tim Cook esteja presente.

O Aqua, OS X Leopard, a filosofia do iOS voltada para o Mac, e a App Store são resultados da visão de Forstall. Mas ele também cometeu seus tropeços, como convencer Jobs a permitir que diversos protótipos do iPhone 4 pudessem sair do campus da Apple para testes de campo. (Já sabemos no que isso deu.)

Forstall, de várias formas, parece ser um lembrete de que uma empresa é mais que uma pessoa, é uma filosofia tanto técnica como industrial, a qual seus membros se unem para promover, ou a qual eles veem sucumbir devido a brigas internas. Leia o perfil completo aqui: [BusinessWeek]

Crédito da imagem: Kevork Djansezian/Getty Images News