Você sempre se perguntou por que tantos fãs da Apple encaram filas quilométricas para comprar um mísero smartphone? De acordo com Alex Riley, da BBC, a razão é simples: a Apple é a religião deles. E a neurociência sugere que ele pode estar certo.

Em seu documentário Secrets of the Superbrands, Riley conversou com fãs, executivos da indústria e até estrelas do mundo pornô para encontrar a razão por trás de tanto fanatismo por certas marcas. Mas ele só descobriu algo após conversar com o Bispo de Buckingham, que o ajudou a entender o que acontecia. Enquanto conversava com o Bispo, ele percebeu que a dedicação extrema que as pessoas têm pela Apple mimetiza a devoção que as pessoas religiosas têm por sua fé. A prova final foi um estudo com imagens de ressonância magnética em fãs da Apple. A mesma parte do cérebro que responde pelas imagens religiosas também responde pelos produtos da Apple.

Então na próxima vez que você estiver meio revoltado, encontre um fanboy babando em seu MacBook air e o chame de fanático religioso. Se ele protestar, mostre o film de Riley. [BBC]