A Apple tem um histórico de preferir as placas de vídeo da Nvidia para os MacBook Pros para usar de forma integrada com os processadores da Intel, criando até sua própria tecnologia de troca de placas gráficas para encaixar a Nvidia no negócio. Mas após o lançamento da iminente nova geração de processadores da Intel, a Sandy Bridge, esses dias de favoritismo podem acabar.

De acordo com fontes da CNET, os MacBooks com 13 polegadas ou menos usarão apenas a placa de vídeo integrada no Sandy Bridge que, segundo relatos, será duas vezes melhor do que a solução integrada atual de um processador Core i5. Os modelos de 15 e 17 polegadas mudarão para placas menores da AMD. Os rumores sobre o romance da AMD com a Apple existem desde abril.

Se for verdade, o rumor é um ótimo sinal para a Intel, dado o cuidado que a Apple tem para escolher os componentes de seus computadores. Do lado da maçã, isso seria o fim do lançamento de laptops com desapontantes processadores Core2Duo de 2009 para conseguir encaixar a placa da Nvidia – como aconteceu nos novos MacBook Airs.

Claro, tudo isso pode ser só parte de uma tática de negociação. Mas mesmo que a Apple esteja usando o Sandy Bridge apenas como forma de pressão, já é um sinal de que as placas integradas da próxima geração de processadores da Intel merece algum destaque. [CNET]