Serviço de mensagens criptografadas usado por Edward Snowden chega ao desktop

Signal, que ganhou versão para Android mês passado, agora também permite conversas com amigos com segurança no desktop.

Edward Snowden tem um serviço de mensagens preferido, e ele acaba de chegar ao desktop: o Signal é um app simples e seguro para você conversar usando criptografia sem dificuldade.

>>> A criptografia no WhatsApp não significa que todas as suas mensagens estão protegidas
>>> Não é certo culpar a criptografia pelos ataques terroristas em Paris

O Signal existe há algum tempo no iOS e foi lançado no mês passado para Android, e agora uma versão beta chegou desktop na forma de um app para o Chrome.

Em sua versão para smartphone, o Signal permite enviar mensagens de texto, vídeo ou imagens para apenas um ou para um grupo de usuários. Nada diferente do que um WhatsApp da vida faz, mas com a promessa de fornecer criptografia forte e simplicidade de uso, em uma tentativa de levar as conversas seguras para mais gente.

A versão para desktop ainda está em beta, portanto, ainda está em desenvolvimento. Ela não tem alguns recursos: não é possível fazer chamadas de voz, apenas enviar mensagens texto, e só funciona com contas vinculadas a dispositivos com Android, o que significa que quem usa no iOS não pode, por enquanto, aproveitar o Signal no desktop. Mas a Open Whisper, desenvolvedora do app, promete liberar em breve o recurso também para usuários dos dispositivos da Apple, assim como as chamadas de voz e recursos como troca de arquivos criptografados.

Para usar a versão desktop do Signal, além de precisar de uma conta vinculada a um dispositivo com Android, é preciso encarar uma fila até ganhar um convite – você pode se inscrever aqui. [The Next Web, VentureBeat, Wired]

Sair da versão mobile