Confirmando os rumores da última semana, o iPad chegará de fato às lojas na sexta-feira, conforme e-mail oficial da Apple Brasil agora de manhã (que por algum motivo chegou primeiro na caixa dos camaradas do Zumo). O que há de novo, novo: veja a tabela oficial de preços e os lugares onde você pode encontrar a tábua também.

Os preços seguem a tese recente de que a Apple continua “mais barata”, mas o melhor termo é “menos careira”. Se antes os produtos da Apple chegavam completamente distante dos concorrentes, nos últimos lançamentos a empresa tem trazido aparelhos na média de preço do mercado, com uma "taxa de lucro sobre importação" até menor. Eis os preços:

Wi-Fi: R$ 1.649 (16 GB), R$ 1.899 (32 GB) e R$ 2.199 (64 GB).
3G: R$ 2.049 (16 GB), R$ 2.299 (32 GB) e R$ 2.599 (64 GB). 

A comparação correta com o Tab é a dos aparelhos com 3G e 16 GB, que custam o mesmo lá fora. Aqui o iPad chega pelo menos R$ 230 mais barato (se você comprar em uma operadora). Mas nós acreditamos que nenhum ser vivo tenha pago esse valor cheio pelo Tab, já que as operadoras derrubaram boa parte do preço com planos – dá pra levar o tablet com Android por R$599, mas num plano mensal exorbitante. O mesmo subsídio deve acontecer com o iPad, mas não há previsão ainda de chegada nas operadoras – não sabemos ao certo se as negociações terminarão em tempo para o Natal. 

A Apple confirmou as lojas em que ele será vendido – são mais de uma centena de pontos de venda Brasil afora (algumas farão lançamento à meia-noite), além de lojas online como o Submarino, Americanas e a própria Apple, onde ele poderá ser comrpado em 12 vezes. A lista inteira está aqui

Mas se você achou o iPad 3G muito caro – a diferença dos modelos de 16GB é de R$400 – saiba que nós já dissemos por aqui que talvez valha a pena comprar o aparelho apenas com Wi-Fi. Isso, claro, depende de seu uso. Para entender melhor, é hora de ler (ou reler) nosso mega review do iPad para saber de uma vez por todas se você quer ou não o tablet da Apple. [Zumo]