Hoje, em coisas aterrorizantes sobre o mundo: militantes iraquianos conseguiram interceptar uma transmissão de vídeo dos veículos teleguiados de vigilância Predator, usando um simples programa para Windows. Ou seja: um sistema de 4,5 milhões de dólares, símbolo da superioridade militar americana, foi enganado por um programa de 26 dólares.

O SkyGrabber, até onde eu sei, é um utilitário simples para sugar dados. Com uma antena parabólica e alguns parâmetros (IDs de pacotes e códigos de transponders, algo que você pode obviamente procurar), é possível conectar-se aos dados e basicamente gravar quaisquer informações transmitidas para outros usuários (específicos) em uma rede por satélite. Como os insurgentes conseguiram os parâmetros específicos para o teleguiado Predator, eu não faço ideia — mas aparentemente não é tão difícil assim. Segundo um alto oficial de defesa:

Parecia haver mesmo uma vulnerabilidade. Não houve nenhum prejuízo às tropas, nem missões foram comprometidas como resultado disto, mas é um problema que devemos resolver, e estamos fazendo isso.

Se um moleque de 12 anos pode encriptar downloads de torrents, acho que é razoável esperar que o exército dos EUA seja capaz de criptografar transmissões de dados críticos para missões, algo que, ausente, poderia matar pessoas. (Ou algo que, presente, garante que os ianques continuem matando pessoas. É uma guerra, alguém tem que morrer.)

Também preocupante: relatos de que o novo app de Batalha Naval para o iPhone, devido a um pequeno erro de programação, destruiu a maior parte da frota marinha americana. [WSJ]