A fabricante de smartphones Vivo deu um teaser de uma tecnologia bastante ambiciosa com seu telefone conceito Apex 2020. Uma dessas inovações distantes, no entanto, já vai chegar ao mercado.

O novo Vivo X50 Pro tem uma traseira que lembra muito os telefones de última geração, com um grande módulo de câmeras. Mas as coisas ficam interessantes quando você olha mais de perto: ela criou um mecanismo que chama de micro-cloud, que é essencialmente um gimbal em formato miniatura.

Ao usar uma pequena suspensão dupla, o micro-cloud pode girar o sensor da câmera para frente e para trás em até três graus, permitindo que o telefone corrija melhor as alterações na inclinação da imagem. Todo o circuito, bobinas e cabos extras resultam em um módulo de câmera significativamente maior do que o que você encontraria em um smartphone atual, mas a Vivo conseguiu empacotar tudo em um dispositivo que mede apenas 4,5 mm de espessura. Ou seja, ele ainda cabe no seu bolso.

O X50 deve oferecer estabilização óptica de imagem muito mais poderosa do que a encontrada nos telefones da atualidade, que normalmente são limitados apenas ao eixo x ou y. A Vivo não falou nada sobre a câmera micro-cloud do X50, mas alegou que o sistema semelhante do Apex 2020 é 200% melhor que um sistema de estabilização óptico de um smartphone convencional.

A Vivo diz que o X50 terá um sensor principal de 48 MP, juntamente com algum tipo de lente zoom no estilo periscópio, e duas outras câmeras provavelmente reservadas para tarefas específicas, como o modo ultra-grande angular ou possivelmente com pouca luz ou retrato.

O X50 deve ser lançado na China em 1º de junho, e isso é tudo o que sabemos até o momento sobre este telefone.

Em uma época em que fabricantes parecem estar lutando para melhorar drasticamente as câmeras dos smartphones, o gimbal do sistema micro-cloud da Vivo tem o potencial de ser uma atualização ainda mais profunda que os aparelhos com zoom de 100x ou câmeras com filtros de cor sorrateiros.