O Snapchat não teve seu melhor ano. Ele enfrentou o tiro pela culatra que foi seu fracassado redesign, perdeu 3 milhões de usuários diários em apenas três meses, e o preço de suas ações atingiu seu menor valor. Mas agora você pode adicionar novas lentes de realidade aumentada ao seu cachorro, o que deve ser importante, eu acho.

• O Instagram agora vai permitir que você envie mensagens de voz
• O Snapchat está se livrando de seu odiado redesign

Considerando que as lentes para cachorro fazem parte da busca do Snapchat pela fama, dá para dizer que esse recurso é algo que a empresa deveria ter adotado há muito tempo. Ela priorizou gatos no mês passado e, estranhamente, filtros básicos que poderiam reconhecer alimentos, animais de estimação e equipamentos esportivos no ano passado. No lançamento, há apenas um número limitado de lentes que funcionarão com seu cachorrinho, embora haja mais em desenvolvimento.

No entanto, na verdade, é hora de o Snapchat encarar os fatos. Colocar óculos estilosos no meu cachorro é bacana, e geralmente animais fofos valem ouro na internet, mas eu não estou convencida de que agora devo usar o Snapchat com mais frequência. O Instagram é o atual rei da mídia social para animais de estimação — a plataforma escolhida por praticamente todos os influenciadores peludos e fofinhos. Se as lentes caninas do Snapchat decolarem, provavelmente veremos o aplicativo do Facebook copiá-las.

Além disso, todos sabemos que os efeitos Superzoom do Instagram estão um patamar acima na hora de criar conteúdo com animais de estimação. Uma rápida olhada nos usuários diários do Instagram Stories em comparação com os do Snapchat no início deste ano apenas reforça que lentes para gatos e cachorros devem fazer pouca diferença neste momento.

Demorou demais para conseguir tirar essa foto. E nós duas estamos horríveis. Foto: Victoria Song / Gizmodo

Ainda assim, eu experimentei. E relativa fofura à parte, não vale a pena o esforço. A menos que seu filhote tenha a paciência de um modelo canino, é bem difícil conseguir que ele fique tempo suficiente para que a lente funcione. Minha Yorkie pesa só três quilos, mas lutar com ela para encarar a câmera por tempo suficiente para que os estúpidos óculos apareçam ao mesmo tempo que tiro fotos e tento ficar minimamente apresentável custou quinze minutos da minha vida que eu não terei de volta. Também não vale o afeto da minha cachorrinha — ela saiu correndo furiosamente para o quarto ao lado assim que ficou livre do tormento. Ela, inclusive, continua brava comigo e sem olhar para mim.

Boa tentativa, Snapchat. Mas eu ainda não vou voltar para o aplicativo do fantasminha.

[The Verge]