Sobrevivência épica, terror psicológico e drama: “Yellowjackets” é a série do momento

No ar no Paramount+, “Yellowjackets” é uma história de sobrevivência que mistura terror psicológico e drama em torno de uma equipe de jogadoras talentosas de futebol do ensino médio

Yellowjackets

Imagens: Divulgação/Showtime

Ela é o momento! Considerada uma das melhores séries lançadas em 2021, “Yellowjackets” encerra a primeira temporada no domingo (16), na plataforma Paramount+. O drama é criado, dirigido e escrito por mulheres, e já está renovada para um segundo ano. 

“Yellowjackets” é uma história de um time de futebol feminino que sofre um acidente aéreo a caminho de um campeonato. Em 1996, o avião cai em uma floresta e as meninas precisam se virar para  se salvar enquanto o resgate não chega. A narrativa alterna momentos pós-acidente com outros 25 anos, quando acompanhamos algumas delas adultas e suas vidas com as marcas adquiridas por tudo o que aconteceu na floresta.

Há outra linha do tempo na narrativa. O ano é de 2021 e as mulheres sobreviventes daquele acidente tocam a vida da melhor maneira que podem, apesar do passado as assombrarem constantemente. Algo aconteceu naquela floresta, durante os 19 meses de vida selvagem antes do resgate; um segredo guardado a sete chaves.

Imagens: Divulgação/Showtime

Eis então outra característica marcante de “Yellowjackets”. O desenrolar da história é muito bem conduzido, sem acelerar ou enrolar demais. Cada episódio apresenta reviravoltas fundamentais tanto do passado, das adolescentes em luta para sobreviver, como do presente, delas adultas lidando com o medo de alguém vazar o que fizeram após o acidente.

As disputas normais entre adolescentes transformam-se numa luta pela sobrevivência e por um estilo de vida selvagem. A competitividade natural entre colegas torna-se louca, com atos de guerra, rituais animalescos, magia negra e canibalismo.

Ao todo, são dez episódios criados e produzidos por Ashley Lyle e Bart Nickerson (“Narcos” e “Narcos: México”), a série é retratada como uma mistura de “sobrevivência épica, terror psicológico e drama”.

Descrito como uma mistura entre “Lost” e “O Senhor das Moscas”, entre outras coisas, tem sido super elogiado pela crítica. No Rotten Tomatoes, site que aglomera as classificações atribuídas pela imprensa especializada, tem 100% de textos favoráveis. No portal IMDb, numa escala de zero a dez, tem 8,1 de classificação.

 

“Está muito bem em termos de assinaturas de streaming”, disse Levine, em entrevista ao Deadline. “Foi a nossa segunda maior estreia em série em streaming e tem crescido a cada semana. 

Imagens: Divulgação/ShowtimeA primeira temporada da série, estrelada por Melanie Lynskey, Tawny Cypress, Juliette Lewis, Christina Ricci, Ella Purnell, Sophie Thatcher, Keeya King, Jasmine Savoy Brown, Sophie Nélisse, Steven Krueger e Warren Kole, está em exibição no Paramount+ em território brasileiro, com novos episódios chegando semanalmente.

Sair da versão mobile